Rádio Jornal da Orla/Digital Jazz

Ouça agora

Turismo/Manual do Viajante | 31/12/2016

Faça um check list antes de pegar a estrada

Mas antes de pegar estrada é importante preparar o veículo para não te deixar na mão ou, pior, colocar a sua vida e a de outros em risco

Estudo divulgado pelo Ministério do Turismo indica que os brasileiros pretendem utilizar a alta temporada para viajar pelo país, estimando em 73,4 milhões o número de viagens que deverão ser realizadas entre dezembro (2016) e fevereiro (2017). O carro é apontado como o principal meio de transporte a ser utilizado, realizando 52,9% dos deslocamentos. Mas antes de pegar estrada é importante preparar o veículo para não te deixar na mão ou, pior, colocar a sua vida e a de outros em risco.
 
De acordo com o Coordenador Técnico da Total Lubrificantes do Brasil, Fábio Silva, o check list vai além dos componentes básicos que o motorista normalmente avalia. "Muita gente acredita que basta calibrar os pneus, checar o nível do óleo ou completar o tanque do combustível para que o carro esteja pronto para seguir viagem. É preciso, no entanto, conferir outros itens que garantem a segurança do veículo, bem como a dos passageiros", observa.

Inspeção e troca de componentes
O primeiro passo é levar o veículo para inspeção em um mecânico de confiança. Os sistemas dos filtros de ar, óleo e combustível podem ser avaliados e trocados quando necessário, sempre conforme a indicação do manual do proprietário do veículo. "Apenas substituir o lubrificante, sem a troca do filtro, por exemplo, diminui bastante a vida útil do óleo, que é crucial para o cumprimento de diversas funções que garantem o bom desempenho do motor", esclarece Fábio Silva.
 
Outros componentes que não podem ficar de fora da verificação do mecânico sãos as lâminas e as borrachas do para-brisas, que devem lavadas apenas com água. Já o nível do fluído de freio deve ser sempre checado para evitar o mau funcionamento. A correia dentada também deve ser avaliada e trocada a cada 50 mil km, aproximadamente. Porém, como o rompimento dessa peça pode danificar severamente o motor, é recomendado uma verificação a cada 15 mil km rodados porque podem apontar trincas e desgastes. O radiador igualmente precisa passar por verificação, além da parte elétrica (faróis e lâmpadas), sem esquecer dos pneus. 


Leia também