Rádio Jornal da Orla/Digital Jazz

Ouça agora

Turismo/Manual do Viajante | 07/01/2017

Viajar com crianças não é brincadeira!

Acompanhe algumas recomendações básicas para tornar o passeio mais tranquilo
 

Viajar com criança exige cuidados extras para que a experiência de turismo em família seja agradável para todos. Planejar bem o passeio é fundamental, já que alguns destinos têm muitas opções para crianças, outros nem tanto. Trajetos longos, falta de entretenimento e desconfortos durante o percurso são os principais fatores que podem estragar a viagem, seja de carro ou avião. Acompanhe algumas recomendações básicas para tornar o passeio mais tranquilo:
 
Bagagem - Opte por malas pequenas e práticas. Prepare-se para repetir roupas e combinar itens. Além de roupas apropriadas para o clima, não esqueça de itens básicos como carrinhos, cadeira para o carro, artigos de higiene e brinquedos.
 
Documentos - Em voos domésticos e viagens interestaduais, de carro ou ônibus, é necessário a certidão de nascimento ou um documento válido com foto que comprove a filiação, observação as normas da empresa contratada, do Estatuto da Criança e Adolescente, e da Vara da Infância e Juventude do local de embarque.
 
Passagem - Se criança ocupar um assento, é cobrada passagem inteira. Algumas companhias dão desconto para crianças menores de 12 anos e não cobram de criança transportada no colo.
 
Horário - Priorize viagem aérea em horário que não interfira na rotina da criança, de preferência, à noite e sem escala. Reserve os primeiros assentos, que têm mais espaço.
 
Trajeto - Ande sempre com livros infantis, gibis, jogos e brinquedos. Em algum momento da viagem eles serão muito úteis para distrair os pequenos.
 
Saúde - No caso de enjoo na viagem de carro ou ônibus, faço paradas e abaixe os vidros para a entrada de ar. Só utilize a medicação indicada pelo pediatra, inclusive no avião.
 


Leia também