Turismo | 16/12/2017

A superlativa Dubai

Fotos: Visit Dubai

Cidade é uma das mais modernas do mundo, aliando um grande centro de negócios a lojas de luxo e muitas atrações para os visitantes

Dubai é sinônimo de luxo, obras faraônicas e dinheiro, muito dinheiro. A cidade, que até a primeira metade do século 19 era uma vila de pescadores e catadores de pérolas, é hoje o maior dos Emirados Árabes Unidos e uma das mais modernas do mundo, aliando um grande centro de negócios a lojas de luxo e muitas atrações para os visitantes.


Em Dubai tudo é superlativo: lá está o edifício mais alto e o maior shopping do planeta, além de outras construções monumentais, de esplendorosa arquitetura, erguidas no clima desértico e que ganharam status de atrações turísticas. Confira alguns frutos da riqueza vinda do petróleo:

 

Edifícios ostentação
Inaugurado em 2010, o Burj Khalifa é classificado no Guinness World of Records como o mais alto edifício do mundo. A gigantesca torre tem 828 metros de altura e 163 andares. O Burj Khalifa abriga residências, escritórios, um hotel da marca Armani e, no seu 148º andar, oferece um mirante aberto a turistas que proporciona impressionantes visões panorâmicas de Dubai. 


Outro edifício que se destaca é o  Burj Al Arab, que por sua arquitetura, que tem a forma de um veleiro, tornou-se um dos cartões-postais de Dubai. Com 321 metros de altura, o edifício foi erguido sobre uma ilha artificial no meio do oceano, a 280 m da orla de Dubai, e parece flutuar sobre as águas do Golfo Pérsico. A suíte principal, com 780 m², possui cinema e banheiro com torneiras banhadas a ouro. Está conectado à praia por uma enorme passarela.

 

Ilhas artificiais

O Palm Jumeirah expõe uma das excentricidades de Dubai. O conjunto de ilhas artificiais, quando visto de cima, exibe a forma de uma enorme palmeira deitada nas águas do Golfo Pérsico. São 5 km de extensão ocupados por edifícios corporativos, hotéis de luxo e casas de milionários. 

 

Paraíso das compras de luxo
Uma das maiores atrações Dubai é a imensa variedade de opções de compras. São dezenas de lojas de departamento, estabelecimentos duty-free, outlets e shopping centers que vendem artigos de luxo e de grifes celebradas em todo o mundo.


O The Dubai Mall é o shopping center com a maior área construída do planeta, ocupando mais de 1,1 milhão de m². São mais de 1.200 lojas, 22 cinemas e 160 restaurantes, cafés e fast-foods, além de estacionamento para 14 mil veículos. Para as crianças o shopping oferece um aquário com cerca de 300 exemplares de animais marinhos e uma pista de patinação no gelo.

 

Mercados de ouro e especiarias
Os Souks são os típicos mercados árabes, coloridos e barulhentos, que vendem de especiarias e tapetes a peças de ouro. Lá, vale a "arte" da negociação e pechinchar é um ato obrigatório. Em Dubai, o lugar certo para comprar ouro é o The Gold Souk, em Deira, mesma região que abriga lojas especializadas em pimentas e perfumes. Nas redondezas, os visitantes se aventuram ainda em tendas que vendem peixes, eletrônicos e até réplicas de produtos de grife.

 

Esqui no deserto
Nada parece impossível em Dubai. A cidade erguida no deserto tem até uma pista de esqui com neve artificial, que ocupa 22.500 m² em um galpão totalmente fechado e climatizado no shopping Mall of Emirates. Tudo leva a se sentir em uma autêntica estação de esqui: pistas com diferentes graus de dificuldade e teleférico que leva os praticantes ao topo das rampas. 

 

Veneza árabe
Com uma bela arquitetura típica do Oriente Médio e do norte da África, o complexo hoteleiro Madinat Jumeirah é uma espécie de Veneza árabe encravada em uma área de 40 hectares no meio de Dubai. Os turistas podem passear em barcos pelo canal que corta a área, margeado por tamareiras e canteiros de flores. O complexo fica ao lado do principal parque aquático de Dubai, o Wild Wadi Water Park.
 


Leia também