Sábado, 21 de Abril de 2018
Colunistas - 13/01/2018

Cristina Barbosa

Simplesmente Vinho

Novidade mineira: Botequim de vinhos!

O Cabernet Butiquim é um gastrobar e adega

Enoleitores,
Esta semana estivemos em Belo Horizonte e, como vocês sabem, o mineiro gosta mesmo de um botequim. Dentro desse espírito, o casal de amigos mineiros, Denise e Marco Paulo Cabral, que compartilham nossa preferência pelos vinhos, nos levaram a conhecer a nova casa, o Cabernet Butiquim, um gastrobar e adega, bem montado, num ambiente agradável e boa frequência, estava lotado dentro e fora, com várias mesinhas pela calçada. Conhecemos este estilo de Casa em Portugal - em Viseu e Coimbra -o Dux Petiscos e Vinhos .
Sentamos próximos a várias estantes de vinhos, uma delícia ficar “viajando” entre tantos rótulos...


Ao chegarmos, nossos amigos nos esperavam bebendo um Covela Edição Nacional Arinto 2016, um vinho verde de cor amarelo palha, reflexos verdeais, transparente, aromas de frutas brancas, toque mineral, na boca seco, fresco, elegante, equilibrado e persistente, que acompanhou bem um peixinho frito empanado num crocante de panco, acompanhando um vinagrete de banana na redução de balsâmico; depois passamos ao vinho que muito nos agrada e que apresentamos ao casal, o Ribeiro Santo encruzado 2015 , um bom Dão, apresentando uma cor amarelo palha, reflexos verdeais, brilhante, aromas de frutas cítricas e brancas, mineral, na boca seco, acidez correta, elegante, leve untuosidade, longo deixando um sabor mineral no final de boca, combinou bem com dadinhos de queijo da Serra da Canastra empanados ao molho de goiabada com pimenta, depois passamos ao tinto recomendado pelo sommelier da casa, nos recomendou o espanhol Castillo de Enguera reserva 2012, um vinho da região de Valencia, elaborado com as castas monastrel, tempranillo e syrah, um vinho de um vermelho escuro violáceo, aromas de frutas negras, toque herbáceo, na boca, seco, boa acidez, taninos finos e macios e boa persistência que casou bem com a linguiça artesanal e tomates cerejas com batatas rústicas e, para finalizar, também combinou com a picanha de suíno, farofa de feijão de corda e molho tipo vinagrete numa redução de balsâmico.


O local também oferece alguns pratos, se as pessoas preferirem jantar, mas a opção de ir harmonizando os vinhos aos petiscos deram um sabor especial ao encontro, nos permitindo trazer uma boa recordação para compartilhar aos que como nós, curtem descobrir e frequentar locais aonde o serviço do vinho aliado a boa gastronomia fazem a diferença!


Enoabraços e uma ótima semana a todos!