Cultura | 10/02/2018

Rio Santos Bossa Fest se despede com Bossa Jam Session

Da Redação
Kelly Petraglia/Rio Santos Bossa Fest

Veja outros destaques do Roteiro Cultural na região

Música
Rio Santos Bossa Fest –
O maior festival de Bossa Nova da região se despede, neste domingo (11), às 16h, na Pinacoteca Benedicto Calixto (Av. Bartolomeu de Gusmão, 15, Boqueirão), com a Bossa Jam Session, que vai reunir vários artistas de Santos. O espaço abriga também as exposições “Um Olhar sobre o Rio Santos Bossa Fest e o Rio Santos Jazz Fest", da fotógrafa Kelly Petraglia, e "Santos Bossa Nova’’, do designer André Ghaoui. Entrada franca.

 

O Rappa - Os fãs da banda O Rappa terão a última oportunidade de vê-la ao vivo, neste sábado (10), na Arena Sunset Jequitimar (Av. Marjory Prado, 1.100, Guarujá). No mesmo dia, também se apresentam Costa Gold, DJ Kefing, Puff e Katryna. Os portões abrem às 15h e os ingressos custam de R$ 60 a R$ 240. Informações: 2027-0777.

 

Praia Grande – O Kartódromo Municipal (Rua Luiz Arikawa, s/nº, Sítio do Campo) recebe grandes shows neste fim de semana. A Turma do Pagode se apresenta hoje (10), às 20h. No domingo (11) será a vez da dupla sertaneja Fernando e Sorocaba, que divulga canções do novo DVD de 10 anos de carreira. Os ingressos custam de R$ 30 a R$ 120, à venda pelo site www.guicheweb.com.br.

 

Tributo a Amy – A cantora Fernanda Luongo homenageia Amy Winehouse em tributo neste domingo (11), às 20h, no Teatro Procópio Ferreira (Av. Dom Pedro, I, Jardim Tejereba). Ingressos: R$ 60, à venda no site Ingresso Rápido.

 

Teatro 

Carnaval Latino-americano – O Ballet Folklórico de Antioquia apresenta espetáculo de dança e música de diferentes regiões da Colômbia, no sábado (10), às 16h, no Sesc Santos (Rua Conselheiro Ribas, 136, Aparecida). Entrada franca.

 

La Mínima – A Cia. La Mínima chega ao Santos Sesc Santos (Rua Conselheiro Ribas, 136, Aparecida),  com apresentações do espetáculo “Pagliacci”, no sábado (17), às 20h, e domingo (18), às 18h. A peça é uma adaptação da ópera "I Pagliacci", de Ruggero Leoncavallo, e foi criada especialmente para comemorar os 20 anos do grupo. Ingressos: de R$ 6 a R$ 20. 

 

“Raves, balas e doces” – A peça do grupo Manda Pra Cabeça, em cartaz no sábado (17), às 19h30 e 21h, no Teatro Municipal Braz Cubas (Av. Senador Pinheiro Machado, 48, Vila Mathias), mostra a realidade polêmica das festas raves, com o uso de substâncias ilícitas e as consequências desta prática na vida de jovens usuários. Ingressos: R$ 10.

 

“Master class” - Escrita pelo premiado autor norte-americano Terrence MacNally, a comédia dramática “Master Class”, baseada no enredo das lendárias aulas magnas da soprano Maria Callas no início dos anos 70, traz Christiane Torloni no papel principal ao Teatro Coliseu. As sessões serão no sábado (24), às 21h, e domingo (25), às 20h. Ingressos: de R$ 35 a R$ 100. Informações: 4062-0016.

 

Leitura
Contos para adultos
– Os atores Wagner Bastos, Claudynha Torres e Ailton Guedes apresentam, no Sesc Santos (Rua Conselheiro Ribas, 136, Aparecida), a “Boca Encarnada: Narração de Contos para Adultos”. Nos encontros, que acontecem em todas as sextas de fevereiro, das 20 às 21h30, eles se revezam na fala e na performance de diversas obras de autores consagrados, novos poetas e contos tradicionais. Gratuito.

 


Exposição
Praças de Santos -
A Câmara Municipal de Santos(Praça Tenente Mauro Baptista de Miranda, 1, Vila Nova) promove a exposição “Praças de Santos”, que reúne fotos que contam a história de espaços como a Praça das Bandeiras e dos Andradas. Visitação: até o fim do mês, de segunda a sexta, das 8 às 18h. Entrada franca. Informações: 3211-4145.

 

 “Ciatas de Santos” – Aberta ao público no Foyer do Teatro Municipal Braz Cubas (Av. Senador Pinheiro Machado, 48, Vila Mathias), a exposição fotográfica “Ciatas de Santos – Mulheres que no samba resistem” busca homenagear o centenário do samba, comemorado no biênio de 2016/2017, reverenciando importantes personalidades femininas do mundo do samba da Cidade. Visitação: até sábado (16), de segunda a sexta-feira, das 10h às 18h. Gratuito.

 

“Confesso que vi” –  A exposição do fotógrafo Tadeu Nascimento, que celebra seus 40 anos de profissão e reúne fotos do início de sua carreira, é atração no Museu Pelé (Largo Marquês de Monte Alegre, 1, Valongo). O trabalho também aborda o início do processo digital, dividido em dois períodos: quando as câmeras digitais não apresentavam o mesmo resultado de uma película e uma fase mais atual, quando a foto digital tecnicamente superou a analógica. Visitação: até abril, de terça a domingo, das 11h às 17h. 

 

Rei Momo - O Memorial do Carnaval e a Secretaria Municipal de Cultura de Santos realizam a exposição “Homenagem ao Eterno Rei Momo do Carnaval Santista – Waldemar Esteves da Cunha, o Magnânimo”, na Galeria de Arte Patrícia Galvão (Av. Senador Pinheiro Machado, 48, Vila Mathias). A mostra que reúne as fantasias, fotos, placas e troféus conquistados por Waldemar. Visitação: até sexta-feira (16), de segunda a sexta-feira, das 10h às 18h. Entrada franca. 

 

Novos talentos - O Núcleo de Arte e Cultura do Litoral Paulista (Naclip) promove a exposição “Salão Novos Talentos”, na Galeria Nelson Penteado de Andrade (Praça dos Expedicionários, 10, Gonzaga). Entrada franca.


Cinema

“Invisível” – O Cine Arte Posto 4 (orla do Gonzaga) exibe, até quarta-feira (14), o longa-metragem “Invisível”, de Pablo Giorgelli. O drama traz a história de Ely, uma jovem de 17 anos, que tem de tomar uma difícil decisão após engravidar de seu chefe. Sessões às 16h, 18h30 e 21h. Ingressos: R$ 3. Informações: 3288-4009.

 

Glauber Rocha – Na Cinemateca de Santos (Rua Ministro Xavier de Toledo, 42, Campo Grande), neste sábado (10), às 20h, o documentário em cartaz é “Glauber o filme, labirinto do Brasil”. A produção retrata a vida e a morte do cineasta baiano que revolucionou o cinema nacional. A direção é de Silvio Tendler. Entrada gratuita. Informações: 3251-1613.

 

“O sétimo selo” – No domingo (11), às 16h, tem sessão de “O sétimo selo”, no Sesc Santos (Rua Conselheiro Ribas, 136, Aparecida). No longa, de 1959, o cavaleiro Antonius Block retorna das cruzadas para uma Suécia devastada pela peste negra e pela Inquisição. Ao seu redor apenas sofrimento e destruição. Em suas andanças, Antonius encontra a morte, que o desafia para uma partida de xadrez. Gratuito.
 


Leia também