Turismo/Manual do Viajante | 28/02/2018

Cinco países que aceitam brasileiros para trabalhar

Conteúdo Patrocinado*

Saiba para onde deve fazer a sua mudança internacional sem correr riscos

Crise econômica, alto índice de desemprego e instabilidade política. Esses são apenas alguns dos problemas que o Brasil vem atravessando nos últimos anos. Tudo isso afeta a perspectiva de futuro dos brasileiros que já pensam em mudar de ares e buscar novas experiências no exterior. Segundo pesquisa feita pela consultoria A Ponte Estratégia, 36% dos brasileiros têm planos de realizar uma mudança internacional. O levantamento foi realizado com 1.200 pessoas entre 18 a 65 anos, considerados da “nova classe média”.


De acordo com dados da Receita Federal, mais de 55 mil brasileiros apresentaram declarações de saída do país entre 2014 e 2016. Se comparado ao período de 2011 a 2013, esse número teve um crescimento impressionante de 81,61%. Como nem todos que resolvem se mudar para terras estrangeiras entregam esse documento, o órgão acredita que a quantidade é ainda maior.


Países procuram brasileiros qualificados
Se você é uma dessas pessoas que deseja tentar a sorte em outro país, saiba que nem todos oferecem oportunidades para estrangeiros. Pelo contrário. Alguns até veem com maus olhos a chegada de imigrantes porque entendem que as vagas de emprego deles podem ser roubadas, inclinando até em ataques de xenofobia.


Mudanças internacionais nunca são fáceis mesmo, mas não se assuste. Em muitos locais, a recepção é calorosa. Ainda mais quando se tem qualificação. Além disso, é necessário falar o idioma local para conseguir ocupar boas oportunidades de trabalho no exterior. Quem não se preocupa com isso acaba se limitando aos chamados “subempregos”, como auxiliar de serviços gerais, babá, pedreiro, garçom, motoristas, entre outros. Para que você não vá se aventurar arriscadamente no exterior, confira alguns países em que os brasileiros são muito bem recebidos:


Canadá
Esse vem sendo o destino preferido dos brasileiros para trabalhar ou estudar no exterior. O país da América do Norte oferece muitas oportunidades de emprego e qualidade de vida. Em algumas cidades, falta mão de obra qualificada para determinadas profissões, como em Quebec, por exemplo, onde se fala francês e inglês. Há sempre vagas abertas para as áreas de tecnologia da informação e comunicação, além de usinagem. Inclusive, o governo faz missões em outros países para recrutar estrangeiros dispostos a trabalhar na região. Os brasileiros contratados pelas empresas chegam a ter ganhos de até R$19 mil.


Portugal
A escolha por Portugal tem um motivo mais do que óbvio: a língua, claro. Nossos colonizadores vivem um bom momento no que diz respeito ao mercado de trabalho. A taxa de desemprego no país do Velho Continente baixou para 8,8% no segundo trimestre de 2017. Tecnologia da Informação, Turismo e Engenharia são as áreas que costumam gerar mais oportunidades em terras lusitanas.


Estados Unidos
Apesar do presidente Donald Trump assustar um pouco por conta do histórico contra os imigrantes, isso não inviabiliza o sonho americano. Os Estados Unidos ainda é um dos destinos prediletos dos brasileiros tentam a sorte no exterior. No entanto, para trabalhar na Terra do Tio Sam, é necessário, primeiro, conseguir uma oferta de emprego. Em seguida, você precisa solicitar o visto de acordo com a sua categoria profissional. As áreas de TI, Engenharia e Automação, Saúde e Turismo são as mais promissoras para brasileiros no país.


Austrália
Conhecida como a terra dos cangurus, a Austrália é um país muito receptivo, com clima semelhante ao nosso, o que tem atraído muitos brasileiros para a região. Por lá, é comum solicitar o visto de estudante, que permite trabalhar até 40 horas a cada 15 dias. No entanto, é preciso que uma instituição de ensino australiana aceite você para ter acesso a esse documento. Contador, Engenheiro, Chef de Cozinha, Enfermeiro e Pedreiro estão entre as profissões com maior demanda no país.


Nova Zelândia
Bem pertinho da Austrália está a Nova Zelândia, um país muito promissor, que se preocupa com a qualidade de vida e com o bem-estar dos cidadãos. Após terminar os estudos, você pode conseguir o visto de trabalho temporário no país, que tem duração de um ano. Nesse período, é possível buscar outras oportunidades de trabalho relevantes para a sua área de formação.  São ofertas incríveis principalmente nas áreas de Criatividade e Inovação.
 

*Este conteúdo é de responsabilidade do anunciante


Leia também