Notícias | 22/03/2018

Violência contra a mulher: Caravana da Indignação percorre cidades da Baixada Santista

Ação 'Varal da Vergonha' denunciará casos de estupros região

O aumento expressivo dos casos de estupro na Baixada Santista no ano de 2017 será o tema da Caravana da Indignação, que percorrerá Cubatão, Santos e São Vicente neste sábado (24). A iniciativa é da Associação Mulheres Progressistas e conta com o apoio de diversos coletivos feministas da Região e da vereadora Telma de Souza (PT). Na ocasião, o protesto será feito com a exposição do Varal da Vergonha. Cada peça feminina estendida simboliza uma mulher vítima de estupro.


De acordo com dados da Secretaria de Segurança Pública do Estado, o número de estupros subiu entre 2016 e 2017. Em Cubatão o aumento foi de 667%, totalizando 20 casos. Já em São Vicente o aumento representa 125%, com 63 estupros. E em Santos 37 mulheres foram violentadas. O percentual é de 124%. A Associação Mulheres Progressistas pontua ainda que “a cultura do estupro faz uma vítima no Brasil a cada 11 minutos”.


Desta forma, o dia 24 será marcado por protestos. A Caravana tem início em Cubatão, às 9h, com a manifestação na Praça Princesa Isabel – Centro. 


Em seguida, o grupo vai para a Zona Noroeste de Santos. As mulheres progressistas chegam à Praça Bruno Barbosa, no Jardim Castelo, às 12h, para fazer a exposição do Varal da Vergonha. A programação será finalizada em São Vicente, às 15h. O ato público será na Praça Tom Jobim – Gonzaguinha.


Leia também