Notícias | 15/05/2018

Transporte ferroviário na região é destaque em debate

Evento gratuito vai abordar a importância deste modal para cargas e passageiros na Baixada Santista 

A Associação de Engenheiros e Arquitetos de Santos promove, nesta terça-feira (15), a partir das 19h, debate sobre a importância do transporte ferroviário para cargas e passageiros na Baixada Santista. Serão feitas quatro apresentações sobre várias perspectivas do tema. 


A primeira palestra terá como foco 'Considerações sobre a importância da ferrovia para a Baixada Santista', com o engenheiro Aureo Emanuel Figueiredo.


Em seguida, será debatida a possibilidade para o 'Ramal Santos-Cajati', com o secretário da Alaf Brasil, Jean Pejo.


O terceiro tema discutido, apresentado por Jorge Secall, é o 'Projeto Trem InterCidades', que visa a construção de um ramal ligando a estação Luz, em São Paulo, com as cidades de Santos, Sorocaba, Pindamonhangaba e Campinas. Os trechos somatizam 476 km, a uma velocidade média de 160 km por hora. O projeto já foi incluído pelo presidente Michel Temer no Programa de Parceria de Investimentos (PPI), e tem custo previsto de R$ 20 bilhões através de uma PPP (Parceria Público-Privada), com 70% de recursos provenientes do setor privado e o restante financiado pelo governo federal.


Já o tema da quarta apresentação é 'Importância e perspectivas para a retomada das ferrovias na cadeia logística', conduzida por José Manoel Ferreira Gonçalves, da Ferrofrente. Atualmente, os dois principais acessos ferroviários que atendem o Porto de Santos são da Rumo-ALL, que se estende pelos estados de São Paulo, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul; e da MRS, que sai de São Paulo e continua por Minas Gerais e Rio de Janeiro, estados que formam sua sigla.


Interessados em participar do encontro gratuito devem entrar em contato pelo e-mail: aeas@aeas.com.br ou pelo telefone (13) 3288-2517.
 


Leia também