Cultura | 16/05/2018

Da obra de Oswald de Andrade, 'O rei da vela' chega a Santos

Da Redação
Fotos: Jeniffer Glass/Divulgação

Espetáculo do Teatro Oficina será encenado neste final semana, no Sesc 

Em 2017, o Teatro Oficina celebrou os 50 anos da montagem de "O Rei da vela", encenada pela primeira vez no fogo das reviradas de 1967. Escrito em 1933 pelo poeta Oswald de Andrade e publicado em 1937, o texto virou peça, virou filme e ganhou vida de novo em peça, que será apresentada neste sábado (19), às 19h, e domingo (20), às 18h, no Sesc Santos.

 

O espetáculo, dirigido por Zé Celso, critica a sociedade e a ditadura a partir da história de Abelardo 1º, conhecido como Rei da Vela, que enriquece ao abrir uma fábrica de velas quando a crise econômica dos anos 1930 fecha as empresas de energia elétrica, já que a população não tem dinheiro para pagar a conta.

 

O Rei da Vela

No escritório de usura de Abelardo & Abelardo, o protagonista Abelardo I (Marcelo Drummond), banqueiro, agiota, o Rei da Vela, com seu domador de feras, o empregado socialista Abelardo II (Túlio Starling) subjugam clientes numa jaula - devedores, impontuais, protestados...

 

Burguês, Abelardo faz um negócio para a compra de um brasão: casar com Heloísa de Lesbos (Sylvia Prado) que se negocia como valiosa mercadoria para manutenção da família, falida pela crise do café, no seleto grupo dos 5% da elite. Abelardo I, submisso ao capital estrangeiro do Americano (Ricardo Bittencourt), no terceiro ato leva um golpe de Abelardo II, que o sucede na manutenção da usura do capital.  


Ainda fazem parte do coro de protagonistas: Camila Mota, Cristina Mutarelli, Danielle Rosa, Joana Medeiros, Roderick Himeros, Tony Reis e Vera Barreto Leite.  

Serviço:

Os ingressos custam entre R$ 12 e R$ 40.  A duração do espetáculo é de 3 horas, com dois intervalos. Informações: 3278-9800. O Sesc Santos fica na Rua Conselheiro Ribas, 136, Aparecida.


Leia também