| 13/06/2018

Equipamentos da orla são alvo de vandalismo no fim de semana

FOTO: ISABELA CARRARI/PMS

O fim de semana foi marcado por vandalismo contra o patrimônio público na orla: 15 torneiras novas, que haviam sido instaladas na última semana pela Secretaria de Serviços Públicos (Seserp), foram furtadas dos banheiros do Parque Municipal Roberto Mário Santini (emissário submarino). Vândalos arrombaram a fechadura e ainda picharam todo o equipamento. Também foram levadas duas portas de alumínio dos banheiros dos quiosques dos canais 3 e 4.

 

Os casos foram averiguados por funcionários da Subprefeitura da Orla e Zona Intermediária, que acionaram a Guarda Municipal. O órgão registrou Boletim de Ocorrência e abrirá investigação para identificar os suspeitos. "Infelizmente, instalaremos torneiras de plástico, com custo mais baixo, para evitar novos roubos. Já quanto às portas, estamos estudando o material a ser colocado no local para evitar novas depredações", afirma a secretária de Serviços Públicos, Fabiana Ramos Garcia Pires, ressaltando que, ao todo, são R$ 20 mil gastos por mês em toda a extensão da praia.


Foto: Isabella Carrari/PMS

De acordo com a Seserp, só em 2017 o ato contra próprios municipais e vias públicas gerou prejuízo de cerca de R$ 1,3 milhão com manutenção. Só na orla, a média é de R$ 240 mil destinados para reparar danos causados pela violência. Há pouco mais de uma semana, o setor já havia registrado depredação e furto de porta de alumínio dos postos 2 e 3, onde são guardados materiais de limpeza. No local foi provisoriamente instalado um compensado de madeira.

 

Na orla, os principais alvos são monumentos, lixeiras de concreto e estações de ginástica; bancos de madeira plástica e brinquedos na faixa arenosa, além dos 47 conjuntos de chuveiros e lava-pés, banheiros e postes de iluminação. Os casos se somam a alambrados, vidros e luminárias quebrados; monumentos e lixeiras de concreto pichados; válvulas de descarga, fechaduras de portas e portões, tampas de poços de visita, grelhas de bocas de lobo e cabos elétricos roubados em todo o Município.


Foto: Isabella Carrari/PMS

 

Denúncias – O vandalismo pode ser denunciado pelos telefones 0800 112056 (Ouvidoria), 153 (Guarda Municipal) e 190 (Polícia Militar).