Turismo/Roteiros Nacionais | 19/01/2019

É tempo de colher maçã em Santa Catarina

MIRIAN RIBEIRO

A cidade de Fraiburgo, no meio oeste catarinense, é conhecida como a Terra da Maçã e oferece ao visitante o privilégio de escolher e saborear a fruta no momento em que é colhida da árvore. A colheita da maça acontece de janeiro a abril e faz parte de um roteiro turístico repleto de peculiaridades, história e muita diversão.


O plantio de maçã movimenta a economia local e a época de colheita atrai milhares de turistas todos os anos para Fraiburgo, uma pequena cidade da região turística do Vale do Contestado.  Toda a área urbana da cidade é cercada por pomares que reúnem quase sete milhões de macieiras. Em Santa Catarina, o município é o segundo maior produtor da fruta, atrás apenas de São Joaquim.


Além da visita às plantações, os turistas podem conhecer a Floresta René Frey, área de preservação com 50 hectares de mata nativa que inclui um mini-zôo com cervos e emas. No local, o turista pode participar ainda do passeio de jipe por caminhos alagados, visitar a capela ecumênica e as trilhas com árvores centenárias.
Atrações além da fruta do pecado


Um dos símbolos da cidade é o Castelinho, construção com 300m² e arquitetura inspirada na Normandia. A obra foi erguida na década de 1960 para a esposa do agrônomo francês Roger Biau, responsável por desenvolver a cultura da maçã na região.


Outro destaque é a Casa da Cultura Lydia Frey, antiga residência de uma das famílias fundadoras da cidade. Doada ao município, foi transformada em museu, com documentos e fotos históricas. Os visitantes podem ainda conhecer o Parque da Maçã, a Casa do Artesão, o Santuário Diocesano Nossa Senhora de Fátima, a Praça Maria Frey e o Museu do Contestado, além da possibilidade de usufruir de massagens e outros tratamentos à base da fruta.

 

Rota da Amizade
Fraiburgo está inserida na Rota da Amizade, um dos caminhos turísticos do belo estado de Santa Catarina. Descendentes de italianos e alemães trouxeram seus costumes e tradições a diversos municípios, mas também há influências dos imigrantes da região austríaca do Tirol, em Treze Tílias, e japoneses, principalmente em Frei Rogério. Mais de cem cascatas e cachoeiras convidam à prática de esportes de aventura na região.


A rota é formada por sete municípios e inclui tour por Joaçaba; visita às águas termais de Piratuba e às construções típicas de Treze Tílias, município formado por imigrantes austríacos; degustações de vinho em Videira e Tangará, além de passeios pela comunidade de Frei Rogério e uma deliciosa caminhada pelos pomares de Fraiburgo.


A região possui um grande valor histórico graças à Guerra do Contestado (1912-1916), um dos maiores conflitos sociais do país, que colocou camponeses contra o governo federal e custou mais de 5 mil vidas. A memória do conflito é preservada nos museus, monumentos, sítios históricos e espaços de peregrinação religiosa.


Aventura - Passeios de jipe pelos pomares de maçãs e caminhos de mata nativa. O Parque de Aventuras oferece trilhas para os adeptos do arvorismo.


Show de águas – Em Piratuba, aproveite as águas termais em um dos hotéis da cidade. Em Itá, visite o Lago Itá, que inundou a cidade antiga para a construção de uma hidrelétrica. Conheça também o parque aquático em um resort-spa na e Porto União, com suas muitas cachoeiras.


Queijos e vinhos – Em Videira, experimente queijos e vinhos na antiga estação ferroviária. Caçador,Tangará, Pinheiro Preto e Iomerê surpreendem com os melhores vinhos da região.


Carnaval – Em Joaçaba, famosa por seu carnaval, a avenida principal se transforma em passarela do samba durante o reinado do Momo.


Arte – Em Treze Tílias visite os ateliês dos escultores, herança cultural austríaca. 
 

Fotos: Divulgação/Prefeitura de Fraiburgo


Leia também