Turismo/Roteiros Nacionais | 18/03/2019

A tradição do Queijo da Canastra

MIRIAN RIBEIRO - DA REDAÇÃO

São Roque de Minas concentra o maior número de produtores do famoso queijo da Canastra, alimento que faz parte da cultura e tradição local e recebeu do IPHAN, o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional, o título de patrimônio cultural imaterial brasileiro.


O queijo Canastra é artesanal, feito de leite cru e considerado primo distante do queijo da Serra da Estrela, em Portugal. Atualmente, a Aprocan (Associação dos Produtores de Queijo Canastra) trabalha para a criação de um roteiro turístico denominado “Rota do Queijo”, para contar a história do produto, que é um dos produtos mais legítimos da gastronomia mineira. 


A maioria das fazendas produtoras está abrindo suas porteiras para receber turistas e apresentar todo o processo de fabricação da iguaria. Além de aprender sobre a produção no local de origem, o visitante pode até desfrutar de deliciosos lanches com guloseimas feitas de queijo, acompanhadas de um cafezinho mineiro.


O queijo Canastra ganhou um instrumento importante contra a falsificação: o selo de caseína, que está sendo usado por filiados da Aprocan. A etiqueta é feita com substância comestível e garante sua origem e qualidade.

 

Vale visitar

Queijaria Roça da Cidade

Consegue unir tradições e modernidade em um local privilegiado na Serra da Canastra, ao lado do Parque Nacional que possui via de fácil acesso, com vista panorâmica da serra. Durante o passeio, o visitante aprenderá com o proprietário João Carlos – Joãozinho - como são feitos os processos e a produção dos queijos, além de poder degustar os produtos no local e comprar queijos para levar para presentear ou para consumo próprio.

 

Fazenda Capão Grande - Localizado aos pés da Canastra em meio a uma mata preservada, a fazenda comandada pelo casal Solange e Carlos Henrique é uma das principais responsáveis pela produção de queijos local, além de possuir uma encantadora piscina de água natural. Os visitantes podem se deliciar com um típico café da tarde mineiro recheado de bolos, biscoitos, café, leite, suco, pão de queijo, e claro, o famoso Queijo da Canastra.


Estância Capim Canastra – Administrada pelo veterinário Guilherme Ferreira, quinta geração de uma família de produtores de queijo de leite cru, a Capim Canastra já foi premiada na França, graças à qualidade de seus produtos. Com uma estrutura que vem aumentando, a queijaria conta com cave para afinação de queijos, ambiente para recepção de convidados e vivência além de eventos, como o Festival de Balão da Canastra, que acontece em junho.  


Fotos: Mirian Ribeiro/Jornal da Orla


Leia também