Rádio Jornal da Orla/Digital Jazz

Ouça agora

Notícias/Local | 13/08/2019

Obras de nova UPA em Santos estão 75% executadas

Líderes comunitários dos bairros do Estuário, Macuco, Embaré, Aparecida e Ponta da Praia visitaram nesta segunda-feira (12) a construção da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da Zona Leste (Praça Visconde de Ouro Preto s/nº). Cerca de 75% dos serviços estão concluídos, com o prédio principal entrando na fase de acabamento. Até a nova unidade começar a funcionar, o atendimento aos pacientes está acontecendo, provisoriamente, à Avenida Afonso Pena, 386.

 

O novo imóvel deve ser entregue no início de 2020, compromisso que foi reafirmado pelo prefeito Paulo Alexandre Barbosa ao concluir a visita técnica ao lado dos moradores; do secretário de Saúde, Fábio Ferraz, e dos profissionais da Secretaria de Infraestrutura e Edificações, responsáveis pelo projeto e andamento da obra a cargo da Construtora Lemam. 

 

“Recebi vários pedidos de informação sobre a UPA e aqui observamos a evolução dos trabalhos. A unidade será grande, terá quase o triplo da área da antiga, passando de 800m² para mais de 3 mil m², além de disponibilização de mais serviços em saúde. O pessoal está trabalhando e hoje temos aqui mais de 30 pessoas atuando em várias frentes no prédio principal e nos dois anexos”, explicou o prefeito. 


O prédio principal é o que está mais adiantado, com o revestimento externo concluído. A impermeabilização da laje cobertura, instalação das infraestruturas elétrica e hidráulica, e aplicação do revestimento interno estão em fase de finalização. Está previsto também o início da colocação de caixilhos para janelas e portas.

 

Segundo o arquiteto e chefe do Departamento de Obras Públicas, da Secretaria de Infraestrutura e Edificações, Ronald Couto, o anexo 1, de apoio aos funcionários, com térreo e um pavimento superior, também entrará na fase de acabamento nesta semana. “O prédio está erguido e com a cobertura impermeabilizada. Já o anexo 2, onde funcionará o pronto atendimento, está na finalização da concretagem da cobertura para depois receber os trabalhos de alvenaria, de elétrica e hidráulica e, por último, o acabamento”.

 

Diferenciais
Serão cinco consultórios (três para clínica geral, um de ortopedia e outro de pediatria). Além dos dois pavimentos acessíveis, contará com estacionamento no subsolo e dois elevadores, Samu e posto policial. E mais: 32 leitos, sala de espera com 54 lugares e brinquedoteca, área de espera para coleta, curativos, sutura, inalação, gesso, eletrocardiograma, ortopedia, laboratório e hidratação.

 

Na UPA também haverá espaço para distribuição de medicamentos, sala de raio-x e emergência, desembarque de ambulância, espaços coletivos de observação masculina e feminina com capacidade projetados para 26 leitos, laboratório de análises, farmácia, mais as salas de diretoria, reunião, controle de ponto e PABX.

 

Esta UPA será a terceira da Cidade, com três importantes itens: reúso da água, iluminação e ventilação natural e previsão de climatização.

 

Foto: Isabela Carrari/PMS

 


Leia também