Rádio Jornal da Orla/Digital Jazz

Ouça agora

Notícias/Porto | 27/09/2019

Movimento no Porto de Santos registra terceira maior marca para agosto

A movimentação de cargas pelo Porto de Santos em agosto alcançou a marca de 12.087.569 toneladas, resultando na terceira maior para o mês. No total acumulado dos oito primeiros meses do ano, chegou a 88.415.495 toneladas, segundo maior desempenho para o intervalo.

 

O apurado do mês de agosto ficou 3,2% abaixo do verificado em igual período do ano passado (12.482.543 toneladas), refletindo a queda de 2,1% nos embarques e de 5,9% nos desembarques. 

 

O aumento de 34,7% nos embarques de milho em grãos, atingindo 2.984.634 toneladas, e a alta de 76,5% nas descargas de óleo diesel e gasóleo, que chegaram a 279.243 toneladas, contribuíram para amenizar a queda verificada no resultado geral do mês. 

 

No fluxo de embarques, a redução pode ser atribuída à queda de 37,3% nas operações de soja a granel, de 14,1% no açúcar a granel e de 75,2% nos de óleo diesel e gasóleo.

 

Das cargas desembarcadas, a queda teve forte influência da redução de 62,0% nas descargas de trigo, 54,5% no Gás Liquefeito de Petróleo (GLP) e de 47,8% nas de enxofre.

 

O movimento acumulado ficou 0,5% abaixo do verificado em 2018, influenciado de forma relevante pela queda de 10,2% nos embarques do complexo soja, item de maior participação no total de Porto de Santos, responsável por 23,6% do movimento geral e por 81,7% dos embarques por Santos.

 

O desempenho da carga conteinerizada também apresentou retração em relação ao mesmo mês de 2018, com queda de 6,7% no volume movimentado, totalizando 4.043.002 toneladas. Em TEUs (medida de um contêiner de 20 pés) a queda foi de 4,5%, totalizando 370.485 TEUs. Vale destacar que a base de comparação utilizada é o mês recorde em movimentação de contêineres no Porto de Santos.  De janeiro a agosto, os contêineres tiveram redução de 2,3% em TEUs, para 2.673.879 TEUs, com queda de 1,2% no volume transportado, para 29.621.855 toneladas.

 

O Porto de Santos registrou, no acumulado até agosto,  aumento de produtividade, medida pela quantidade de carga transportada em média por navio. Foram 267 toneladas a mais em comparação com igual período do ano anterior. A marca denota incremento nas operações de carga e descarga no complexo santista.
 


Leia também