Rádio Jornal da Orla/Digital Jazz

Ouça agora

Colunistas/Vida em Dia | 02/11/2019

Saúde do homem é tema de palestra

Jornalista

O câncer de próstata é o segundo mais comum entre os homens em todo o mundo, perdendo apenas para os tumores de pele não melanoma. Por isso, as campanhas de conscientização são importantíssimas. 

 

A campanha Novembro Azul é referência mundial e tem o objetivo de orientar a população sobre a importância dos cuidados com a saúde do homem, principalmente o diagnóstico precoce do câncer de próstata. Em Santos, a palestra Seja herói da sua saúde acontece na próxima quinta, às 19 horas, no Atz Day Hospital (Rua Lobo Viana, 23) e tem como objetivo promover a mudança de paradigmas em relação à ida dos pacientes masculinos ao médico para a realização de exames preventivos. 

 

O urologista Fábio Atz Guino e sua equipe formada por Lawrence Utida, Kendi Fukuda e Mohamad Dib Salah Ali vão falar sobre a prevenção do câncer de próstata, sintomas, tratamentos e avanços da medicina, além de responder a todas as dúvidas dos participantes. A entrada é grátis. 

 

Segundo o Instituto Nacional do Câncer (INCA), a estimativa é de que o Brasil registre cerca de 68 mil novos casos da doença somente neste ano, o que equivale a sete diagnósticos por hora. Todos esses números servem de alerta e reforçam a importância de conhecer e discutir o assunto.

 

Na fase inicial, a doença não apresenta sintomas e, quando eles começam a aparecer, cerca de 95% dos tumores já estão em fase avançada, o que dificulta a cura. Segundo Fábio Atz, os principais sinais são dor óssea e ao urinar, vontade de urinar com frequência e presença de sangue na urina e no sêmen. “Mas é importante não procurar o médico apenas quando os sintomas aparecem. O diagnóstico precoce permite o tratamento com menor custo, maior taxa de cura e menor índice de complicações”.

 

Homens a partir dos 40 anos com doença na família ou após os 50 anos devem ir ao urologista para fazer o exame clínico (toque retal), que permite avaliar alterações da glândula, além de realizar o teste de sangue PSA (antígeno prostático específico). Cerca de 20% dos pacientes com câncer de próstata são diagnosticados somente pela alteração no toque retal.  “O maior desafio é conscientizar as pessoas de que um exame que leva cinco segundos é capaz de evitar problemas graves no futuro”. Para o urologista, a campanha realizada durante o mês de novembro vai incentivar a prevenção, desconstruir preconceito e levar informações valiosas. Os interessados devem se inscrever pelo Whatsapp (13) 99726-7352.

 

Foto Shutterstock


Leia também

Colunistas | 25/01/2020
Colunistas | 18/01/2020
Colunistas | 11/01/2020