Rádio Jornal da Orla/Digital Jazz

Ouça agora

Cultura/Leitura | 05/11/2019

No Dia Nacional da Língua Portuguesa, conheça as bibliotecas públicas de São Paulo

O Dia Nacional da Língua Portuguesa é comemorado nesta terça-feira (5). Para celebrar a data e a prática da leitura, os cidadãos têm à disposição as consultas ao Sistema Estadual de Bibliotecas Públicas de São Paulo (SisEB), que integra as bibliotecas públicas do Estado, municipais e comunitárias vinculadas.

 

Atualmente, a rede conta com mais de 700 unidades, incluindo a Biblioteca de São Paulo (BSP) e a Biblioteca Parque Villa-Lobos (BVL), na capital, que servem como laboratório do conceito “biblioteca viva”.

 

O SisEB é coordenado pela Unidade de Difusão Cultural, Bibliotecas e Leitura, da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado, e tem a SP Leituras, organização social de cultura, como parceira na operação. O sistema busca estimular e apoiar as bibliotecas de acesso público do Estado na democratização da informação, do livro e da leitura.

 

Bibliotecas estaduais

A pasta mantém duas bibliotecas na cidade de São Paulo: a Biblioteca de São Paulo (BSP) e a Biblioteca Parque Villa-Lobos (BVL). Ambas têm intuito de promover a leitura, integrar-se com as comunidades do entorno e oferecer atendimento humanizado e individualizado, além de proporcionar aos visitantes uma programação cultural rica e diversificada.

 

Ambas foram concebidas como modelo de práticas inovadoras. Os programas e atividades são disseminados para as bibliotecas do SisEB por meio de eventos, cursos e publicações.

 

Biblioteca de São Paulo

A BSP foi inaugurada em 2010 e está localizada no Parque da Juventude “Dom Paulo Evaristo Arns”, na zona norte da capital. Trata-se de um espaço público de aproximadamente 4 mil metros quadrados que oferece uma intensa programação cultural, que inclui palestras, contação de histórias, discussões sobre temas literários, intervenções teatrais, apresentações musicais, cursos diversos e brincadeiras.

 

No extenso catálogo, com mais de 39 mil itens constam, além dos clássicos e obras aclamadas pela crítica, estão os últimos lançamentos e os exemplares mais vendidos da literatura nacional e estrangeira.

 

O espaço é considerado referência nacional de promoção e incentivo à leitura. Recebe visitas de profissionais da área de Biblioteconomia e Ciência da Informação, professores universitários, gestores da área cultural, prefeitos municipais, secretários estaduais de cultura e educação de diversos estados da Federação que desejam conhecer o projeto e adaptá-lo às suas realidades.

 

Biblioteca Parque Villa-Lobos

A BVL segue os mesmos princípios consagrados pela BSP, teve a inauguração em 2014 e oferece livros para empréstimo e ambientes para estudo, além de uma experiência diferente em leitura, lazer, aprendizado e diversão.

 

Ocupando área de 4 mil metros quadrados dentro do Parque Villa-Lobos, na zona oeste da capital, a biblioteca realiza todos os meses uma programação cultural que reúne atividades de interesse para todos os públicos.

 

O acervo, constantemente atualizado, tem foco na literatura e um olhar também para questões ambientais. É formado por livros, revistas, jornais, livros eletrônicos, audiolivros, HQs, DVDs e CDs, além de livros em braille e falados, voltados para pessoas com deficiência.

 

O espaço é um ambiente inclusivo e acessível, possuindo diversos aparelhos de tecnologia assistiva.


Leia também