Rádio Jornal da Orla/Digital Jazz

Ouça agora

Notícias/Educação | 22/11/2019

Alunos de Itanhaém conquistam 40 medalhas na Olimpíada de Astronomia e Astronáutica

O estudante Igor Ferreira Barca, de 12 anos, foi um dos destaques da competição

os alunos das escolas municipais e da ETEC conseguiram desvendar os enigmas propostos pela Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica (OBA) e conquistaram um total de 40 medalhas, sendo cinco de ouro, 13 de prata e 22 de bronze. Além disso, o aluno Igor Ferreira Barca da E.M Dalva Dati Ruivo foi convidado para participar da Jornada de Foguetes, que acontecerá no Rio de Janeiro.


A Escola Municipal Bernadino de Souza Pereira conquistou 26 medalhas, sendo duas de ouro, onze de prata e 13 de bronze. Para a aluna Heloisa Ferreira Borges, de 12 anos, a experiência foi muito legal e o resultado foi melhor ainda, já que ganhou medalha de ouro. A facilidade da garota em resolver os desafios propostos pela OBA foi graças ao conteúdo passado pelos professores de geografia, ciências e matemática.


13ª Mostra de Foguetes
Utilizando materiais recicláveis, como garrafas pets e sacola, o aluno Igor Ferreira Barca (foto), 12 anos, da E.M Dalva Dati Ruivo, construiu um foguete que, ao ser lançado na praia, alcançou 147 metros. O professor de ciências Alex Borges de Campos Filho inscreveu e enviou os dados do lançamento de Igor para a Mostra Brasileira de Foguetes (MOBFOG), que também faz da OBA.

 

Participaram MOBFOG 154.578 estudantes de 2.786 escolas de todo o país, e Igor foi contemplado com medalha de bronze e, além disso, foi convidado para participar da Jornada de Foguetes que acontecerá de 18 a 19 de dezembro, no município de Barra do Piraí, no Rio de Janeiro.

 

Desde 2012, a escola realiza o lançamento dos foguetes feitos pelos estudantes, mas só este ano conseguiram ganhar essa oportunidade de mostrar o trabalho que foi desenvolvido por um dos seus alunos. A base que lançou o foguete foi construída nas aulas de Robótica pelo professor de ciências Alex. “Essa oportunidade é importante para divulgar o trabalho que a escola faz e também é um estímulo tanto para ele (Igor) quanto para os outros alunos”, disse Alex.

 

O intuito da Mostra Brasileira de Foguetes é estimular o interesse dos jovens pela astronáutica, física, astronomia e outras áreas da ciência. O objetivo foi cumprido já que a MOBFOG despertou em Igor o gosto pelo assunto e o sonho de construir foguetes para a NASA. O sorriso no rosto do garoto entrega toda a felicidade e ansiedade para o evento.

 

Será uma experiência única em que ele poderá conhecer pessoas de todo o Brasil e realizar a trocar conhecimento. O momento ficará gravado para sempre em sua memória. A direção da escola Dalva Dati está realizando eventos e rifas para conseguir arcar com as despesas da viagem de Igor e do professor Alex para o Rio de Janeiro, e assim poder realizar o sonho do estudante.


Leia também