Rádio Jornal da Orla/Digital Jazz

Ouça agora

Colunistas/Clara Monforte | 09/05/2020

Neste final de semana, na quarentena, o assunto é terapia holística

Clara Monforte é advogada e colunista social, autora dos livros "Claríssima" e "Almanaque social"

Uma prática complementar à medicina convencional.

EDILAINEH MARTINS é Terapeuta Holística , Conselheira Metafísica, Terapeuta de Access, Mestra de Reiki no Método Usui e Tibetano. É do signo de Capricórnio e, como tal, é uma espiritualista independente.


 
O que é Terapia Holística e qual o objetivo em praticar?

A palavra holístico foi criada a partir do termo holos que em grego significa todo ou inteiro. Na abordagem holística, levamos em consideração o indivíduo como um todo, ou seja, corpo, mente e espírito, não somente como um conjunto de sintomas. Buscamos compreender os fenômenos na sua totalidade e globalidade.


 
Algum motivo pessoal a fez se dedicar a esse estilo de terapia?
Me formei em psicologia para adquirir um bom conhecimento na área da psiquê humana, porém eu jamais trabalharia apenas como psicóloga (o CRP não permitiria o trabalho com técnicas energéticas), pois no meu caso, possuo uma missão de vida, na qual preciso conciliar o meu trabalho com a espiritualidade, porque trabalho em conjunto com uma equipe de mentores espirituais.


 
Até que ponto a Terapia Holística pode auxiliar doenças?
Hipócrates (considerado pai da medicina), dizia que devemos tratar o doente e não a doença, então, nesse sentido, a Terapia Holística não substitui tratamentos alopáticos ou psiquiátricos, mas age na causa do problema, muitos deles originados de fatores que aconteceram em outros níveis antes de atingirem o físico.


 
O que você me diz sobre Meditação? Quem deve fazer, quanto tempo e em que lugar?

Na minha visão a prática de meditação é base para se ter corpo e mente sempre saudáveis, inclusive para o controle da ansiedade. Durante a meditação, devemos manter nossa mente no momento presente. A pessoa não deve estar com a mente no passado (memória), base de tristeza, angústia (quando revivemos acontecimentos ruins), nem no futuro (criando expectativas), base da ansiedade, onde o medo sempre está por trás. Há o medo que funciona como um mecanismo de auto preservação. Na eminência, de um perigo real, há uma reação química imediata no corpo, onde decidiremos rapidamente entre “atacar ou fugir”, é um instinto de preservação inerente a todos as espécies, porém, a grande questão é que ficamos imaginando situações (pré-ocupações), que muitas vezes nem acontecerão, mas o corpo estará sempre reagindo da mesma forma, então com o tempo haverá um desequilíbrio bioquímico, doenças, memória ruim, dificuldade em se organizar no tempo, etc. A meditação também traz o benefício do realinhamento energético (campo áurico), e o principal benefício seria a conexão com nosso Deus Interior. Então a postura correta que devemos ter o tempo todo é mantermos a mente no momento presente (o único tempo real), e a meditação nos treina para isso. Qualquer um pode e deve fazer, inclusive crianças, em qualquer lugar. Existem vários métodos, escolha aquele que você mais se identifique. Comece com poucos minutos por dia e vá aumentando o tempo progressivamente.


 
Os incensos auxiliam na limpeza da energia nos lares, locais de trabalho, etc?
Sim, um bom incenso auxilia bastante. Eles promovem a limpeza astral e psíquica do ambiente. Pensamentos negativos, brigas, más palavras, sentimentos de medo, mágoa, ódio, inveja, enfim, tudo isso vai se impregnando no ambiente, criando até larvas astrais e miasmas. Sugiro incensos de arruda, cânfora, sete ervas e sal grosso.


 
E as cores? Que influência têm no dia a dia das pessoas?
Pela visão percebemos uma miríade de imagens e objetos. Esses objetos refletem a luz de maneira diferente, o que nossos olhos percebem como cores. Cada pessoa reage de forma diferente às cores. Esta reação pode refletir o estado emocional ou as afinidades de nossa personalidade, como por exemplo reação à mídia publicitária.


 
Que cores de roupa você indica para usarmos nesta fase de pandemia, visando a aceitação e a paz, nestes momentos?

Além do branco, verde, azul e rosa.


 
Até que ponto a fé influi, na situação que o mundo se encontra?
A palavra fé significa “confiança”, “crença”. Fé é um ato de entrega e confiança sem nenhuma comprovação. A fé não necessariamente precisa estar ligada a uma doutrina religiosa, mas o fato é que ela nos traz esperança, motivação (motivo para ação), ela também nos propicia paz interior, e é essa energia de paz, o sentirmos o nosso peito calmo, que faz com que elevemos nossa frequência vibratória e nos conectemos com as altas esferas de Luz e até mesmo com que a gente fortaleça o nosso sistema imunológico para que estejamos sempre saudáveis e protegidos em vários sentidos.


 
Tenho três que são de minha preferência:
“EU SOU a porta aberta que ninguém pode fechar”.
“Sou um ente espiritual, meu corpo é perfeito e formado a imagem e semelhança de Deus”.
“Nam Myoho Rengue Kyo”. Poderoso mantra utilizado pelo Budismo Nichiren Daishonin.

 

PARA TODAS AS MÃES

Em cada Mãe há um coração poderoso, uma força de guerreira, um amor incondicional que perdura desta vida à eternidade. As palavras das Mães que estão entre nós ou foram para outra vida, estão na memória e no coração de cada filho, preenchendo o vazio, se existente, despertando o passado e guiando as ações que se tornarão realidade no futuro. São o anjo, a fada e o raio de Sol que conduzem a vida dos filhos. A homenagem a essas mulheres iluminadas que devem ser enaltecidas em todos os momentos e não, um dia ao ano, apenas.


Mas, como por tradição este é o domingo que lhes é dedicado, todo o carinho da página, em especial, àquelas que, por conta da terrível Pandemia que atravessamos, perderam seus filhos - a dor maior de um ser humano - ou as que têm filhos que estão em situação de risco de vida. Essas Mães buscam coragem e fé pra lutarem e, se possível, por eles desistirem das suas próprias vidas.

 

 

Shows que alegram amigos e vizinhos, enquanto se espera a quarentena acabar! 

 


Galerias de imagens

13.04.2018

Shows que alegram amigos e vizinhos, enquanto se espera a quarentena acabar!

Leia também