Rádio Jornal da Orla/Digital Jazz

Ouça agora

Colunistas/Blog do Carpentieri | 18/05/2020

Última chamada para a Estação Hospício

Diretor de Redação do Jornal da Orla

Psiquiatra é cotado para assumir Ministério da Saúde.

Os principais jornais da Europa e dos Estados Unidos noticiaram que o Mundo está preocupado com o Brasil.

 

O nosso país pode se transformar no novo epicentro da pandemia por falta de uma ação coordenada do governo no combate à Covid-19. 

 

Depois que o presidente Bolsonaro comparou o vírus a uma "gripezinha" e começou a participar de manifestações populares, contrariando as determinações da Organização Mundial da Saúde, e de especialistas, a imprensa mundial ficou de olho no Brasil. 

 

As críticas aumentaram, e a preocupação idem, a partir da queda do segundo ministro da Saúde em menos de 30 dias. Nenhum país do mundo fez isso.

 

Não só a imprensa, mas também os principais líderes mundiais estão pasmos com a falta de capacidade do presidente do Brasil de administrar a crise provocada pela pandemia.

 

Isso pode representar um risco não apenas para os brasileiros, mas para todos os habitantes do planeta.

 

A novidade no Brasil é que um psiquiatra está cotado para assumir o Ministério da Saúde.

 

O nome da bola da vez é Italo Marsili.

 

O site O Antagonista publicou na manhã desta segunda-feira (18) que Marsili está cotado para assumir o ministério e que terá uma reunião, possivelmente ainda hoje, com o presidente Bolsonaro.

 

O psiquiatra publicou em sua conta no Instagram a seguinte mensagem: "Se vocês pressionarem, pode ser que aconteça. Eu sou o médico mais popular do Brasil hoje, tenho total domínio da linguagem, sou fiel ao Brasil e ao governo e talvez  seja uma das pessoas mais bem relacionadas da saúde, além de ter total domínio em entrevistas com a mídia".

 

Pensando bem, na loucura geral que vai tomando conta do Brasil, talvez um psiquiatra no comando do Ministério da Saúde seja a solução.


Leia também