Rádio Jornal da Orla/Digital Jazz

Ouça agora

Notícias/Regional | 25/05/2020

PM percorre bairros de São Vicente para impedir aglomerações

Nove estabelecimentos foram autuados, entre os quais uma clínica de idosos clandestina
 

No momento em que autoridades sanitárias de todo o mundo orientam o distanciamento social como melhor forma de evitar a proliferação do novo coronavírus (Covid-19), a fiscalização por parte do poder público se faz presente em São Vicente.

 

Neste final de semana (dias 23 e 24), uma ação envolvendo a Secretaria de Comércio, Indústria e Negócios Portuários de São Vicente (Secinp) e a Polícia Militar do Estado de São Paulo resultou na aplicação de multas, apreensões e suspensão de atividades de estabelecimentos.

 

Devido ao risco de proliferação da doença, as equipes encerraram festas na Rua Machado de Assis, bairro do Jóquei Clube, e em um bar na Rua Projetada 50, no Quarentenário, ambos com grande aglomeração de pessoas.

 

Também foi promovida a interdição de um asilo clandestino, com exercício ilegal da medicina, na rua Leonardo Nunes, Parque São Vicente. Após vistoria dos fiscais, constatou-se que uma mulher de 80 anos não tinha parentesco com a proprietária da casa. Nos fundos do imóvel, foi encontrada uma clínica, com agulhas, seringas e medicamento de tarja preta, sendo que a responsável pelo local não possui qualificação na área médica. A interna foi transferida para equipamento da Prefeitura.

 

As blitze tiveram início às 19 horas de sábado (23) e se estenderam até 2h30 de domingo (24), percorrendo os bairros Jóquei Clube, Parque São Vicente, Humaitá, Quarentenário e Rio Branco.

 

O saldo foi de aplicação de três multas, apreensão de equipamento de som e bicicletas e nove estabelecimentos com atividades suspensas.


Leia também