Rádio Jornal da Orla/Digital Jazz

Ouça agora

Cultura/Leitura | 08/06/2020

Projeto de leitura é desenvolvido no hospital de campanha de Guarujá

Iniciativa ameniza o fato de que visitas de familiares não são permitidas.

O hospital de campanha de Guarujá (instalado na Base Aérea, em Vicente de Carvalho), que recebe pacientes com a Covid-19, transmitida pelo novo coronavírus, está realizando o projeto ‘No livro, um refúgio’. A ideia surgiu da Organização Social Aceni, gestora do hospital, para entretenimento e estímulo aos pacientes internados, com livros de diversos temas.


Essa foi uma forma que os profissionais de serviço social encontraram de amenizar os impactos psicossociais nos pacientes, já que visitas de familiares não são permitidas, pelo risco de contágio da doença.


A leitura é realizada pelos próprios pacientes, que estão lúcidos e orientados. Já com pacientes não-alfabetizados, os assistentes sociais realizam um trabalho de cunho motivacional, através da verbalização.


Segundo a assistente social que atua no local, Sâmela Maressa Caetano, o sentimento gerado pela experiência é novo. “É uma sensação única de gratidão por poder participar deste projeto e, ainda, contribuir na vida do paciente com um novo conhecimento”, relata Sâmela.


Hospital de campanha de Guarujá
O hospital de campanha de Guarujá é o único do Brasil montado numa base militar. Os pacientes atendidos são encaminhados pela própria rede municipal. No equipamento são ofertados um total de 70 leitos, sendo 50 clínicos e outros 20 de UTI (Unidade de Terapia Intensiva). O complexo, composto por duas tendas, tem três mil metros quadrados e conta com mais de 260 profissionais de saúde.
 


Leia também