Rádio Jornal da Orla/Digital Jazz

Ouça agora

Colunistas/Vida em Dia | 27/06/2020

Faça seus próprios quitutes em casa de forma mais saudável e segura

Jornalista

Foto: Freepik

Nada impede que você saboreie as delícias típicas desta época do ano.

Em tempos de pandemia, nem pensar em festas junina... Mas nada impede que você saboreie as delícias típicas desta época do ano na sua própria casa. Pipoca, pé-de-moleque e quentão são tentadores essa frente fria que chegou neste final de semana faz com que o apetite aumente ainda mais.

 

A nutricionista Érica Oliveira, de São Paulo, dá dicas de como encontrar alternativas mais saudáveis para pode saborear os alimentos comuns nas quermesses. Segundo ela, alimentos como amendoim e milho, podem aumentar em até quatro vezes o índice calórico quando acrescidos de açúcar ou farinha, por exemplo.

 

Para driblar o consumo elevado de calorias, a especialista ressalta que o segredo é ter moderação e disciplina. Para ajudar nessas escolhas, ela preparou uma lista com opções mais saudáveis para serem consumidas em casa, assistindo a um bom filme, com sabor de festa junina. 

 

Milho cozido ou pipoca - Quando feitos sem nenhuma gordura (óleo, manteiga ou azeite), são uma opção saudável. O milho é um alimento rico em carboidratos e fibras e auxiliam o intestino, além de dar energia.

 

Quentão ou vinho quente - Apesar de serem bebidas alcoólicas, o quentão, por exemplo, contém gengibre, um termogênico natural que ajuda a conter enjoos e a acelerar o metabolismo. Já o vinho quente contém resveratrol, que pode diminuir doenças cardiovasculares como infartos e AVC. Beba moderadamente.

 

Curau ou canjica - Apesar de terem os índices de caloria muitos parecidos, as preparações levam açúcar branco. Por isso, o consumo deve ser moderado. A canjica é rica em fibras e proteínas do leite. Prefira preparações mais saudáveis com açúcar mascavo e com biomassa de banana verde, por exemplo.

 

Paçoca ou doce de abóbora - Cada um tem o seu benefício. Os doces de abóbora caseiros são ricos em fibras e menos calóricos. Já a paçoca tem mais proteína. Apesar dos benefícios, ambas levam muito açúcar no preparo.

 

Pinhão ou amendoim – O amendoim é fonte de fibras, proteínas vegetais e excelente opção para vegetarianos, mas rico em gordura. Nesse caso, a opção mais saudável é o pinhão, que possui menos calorias e contém fibras e carboidratos.

 

A nutricionista conclui que é imprescindível que a alimentação seja adaptada de acordo com o perfil metabólico de cada paciente. “Uma pessoa diabética, por exemplo, deve evitar ao máximo o consumo de açúcar. Por isso, é necessário uma conversa com o seu nutricionista para saber quais opções são mais saudáveis no seu caso” e ressalta: “Coma de forma equilibrada o ano todo e pratique atividade física para que essas situações não influenciem tanto no seu peso e na sua saúde”.


Leia também