Rádio Jornal da Orla/Digital Jazz

Ouça agora

Colunistas/Mentalmente Leve | 02/07/2020

Escolha o que te atinge

Psicóloga clínica, especialista em análise do inconsciente, pós-graduanda em neuropsicologia, analista corporal, formação master em programação neurolinguística e membro Access Consciousness.

Atitudes alheias só fazem mal se escolher sofrer por elas.

Há uma linha tênue entre a generosidade e a ingenuidade. É tanta ingratidão a solta que corriqueiramente vemos alguns surtando, outros jogando tudo pro alto, se fechando e/ou vivendo só por si.

 

Mas isso será que isso não é indício de fraqueza? Será que os ingratos de hoje não são os fracos inconformados com a ingratidão do passado?

 

E se você puder ser gentil por si mesma, sempre que for possível, justo e de sua vontade. Se não te custar, por que não ajudar? E digo isso em diversos aspetos. Quanto pior a pessoa for, mais ela necessita de auxílio, porque ela não sabe o quanto está perdendo. Mas talvez você saiba.

 

Talvez saiba, inclusive, que sua missão é ser correta, do bem, oferecer suas virtudes à quem quer que seja, independente de reconhecimento. 

 

Não importa o caminho e as escolhas dos outros. Atitudes alheias só fazem mal se escolher sofrer por elas. Em vez disso, pense que quem erra é quem tem problema. Se te oferecerem algo que não esteja de acordo com o que julgar merecer, simplesmente não aceite como seu. É tão simples quanto rejeitar um café: "não, obrigada". E vida que segue.

 

Continue sendo generosa e deixe que os outros continuem a ser ingratos, afinal, cada um só sabe oferecer ao outro o que tem si.
 


Leia também

Colunistas | 31/07/2020
Colunistas | 13/07/2020
Colunistas | 12/06/2020