Rádio Jornal da Orla/Digital Jazz

Ouça agora

Cotidiano/Meio Ambiente | 24/07/2020

Animais marinhos são resgatados pela Guarda Costeira de PG

Nesta época é comum o aparecimento de várias espécies nas praias da Cidade

O resgate de animais marinhos por equipes da Guarda Costeira de Praia Grande, que integra a Guarda Civil Municipal (GCM), é muito comum ao longo do ano nas praias da Cidade. Somente este ano, o grupamento já realizou o resgate de 86 animais de várias espécies, alguns deles, infelizmente, já sem vida.

 

Para se ter uma ideia, somente esta semana, cinco tartarugas foram encontradas mortas durante ações de fiscalização das equipes. De acordo com o inspetor do grupamento, Delfo Monsalvo, os animais foram recolhidos e encaminhados ao Instituto Biopesca para a realização de necropsia e coleta de material biológico para apurar as causas das mortes.

 

O inspetor explicou que na maioria das vezes as tartarugas apresentam ferimentos que podem ter sido causados por redes de pesca que não contam com um dispositivo que possibilita que elas se soltem das tramas. “Além disso, tem a questão da pesca predatória em que redes são colocadas em áreas proibidas, de preservação ambiental, causando esse tipo de problema. Por isso, realizamos ações de fiscalização com frequência”.

 

Já os pinguins, por exemplo, muitas vezes não resistem ao esforço que têm de fazer para nadar na direção de praias com águas menos frias.

 

Dos 86 animais resgatados, a maioria foi localizada do mês de maio para cá, período em que é mais comum o deslocamento de várias espécies para as praias da região em busca de águas menos geladas.

 

Ao todo, foram encontrados 53 Pinguins de Magalhães (46 mortos e 07 vivos); 21 tartarugas, sendo 18 da espécie Verde (17 mortas e 1 viva), 02 da espécie Cabeçuda (mortas); e 01 da espécie de Couro (morta). Além disso, um lobo-marinho, que escolheu a praia do Solemar recentemente para descansar, 4 Toninhas Franciscanas (mortas); e sete aves marinhas, sendo 1 Atobá, 1 Gaivotão, 1 Pardela-preta, 1 Pardela-de-bico-preto (vivo), 1 Grazina-mole, 1 Pato mergulhão caçador (vivo) e 1 Maçarico-de-bico-torto.

 

O grupamento de Guarda Costeira integra a equipe de força-tarefa que tem percorrido a faixa de areia da praia orientando sobre as restrições de horário do surfe e eventuais banhistas e pessoas que acessem a praia sobre a importância do distanciamento e isolamento social no combate à pandemia do novo Coronavírus (Covid-19). As ações contam ainda com apoio de agentes da Secretaria de Trânsito (Setran).


Leia também