Rádio Jornal da Orla/Digital Jazz

Ouça agora

Notícias/Educação | 07/08/2020

Praia Grande debate protocolos sobre possível retorno das aulas presenciais

Secretaria de Educação está realizando estudos sobre tema.

A Prefeitura de Praia Grande segue debatendo protocolos sanitários e de biossegurança relacionados a um possível retorno no mês de setembro das aulas presenciais do ano letivo de 2020. De acordo com o Plano SP, do Governo do Estado de São Paulo, está previsto para o dia 8 de setembro a retomada. Tudo isso dependerá da manutenção dos índices relacionados aos atendimentos de casos da covid-19 no Estado que, atualmente, estão na fase amarela de implantação.

 

Para oferecer o máximo possível de segurança para os alunos da Cidade, suas famílias, servidores e ainda professores e as equipes das escolas municipais, a Secretaria de Educação (Seduc) de Praia Grande tem estudado medidas para evitar a disseminação do novo coronavírus. A higienização das mãos e dos ambientes das unidades escolares, além do distanciamento entre os alunos ao longo dos períodos, estão entre as medidas analisadas pelo corpo técnico da pasta e que deverão ser colocadas em prática.

 

Os técnicos da Seduc estão recebendo apoio dos profissionais da Secretaria de Saúde Pública (Sesap) do Município nas etapas de formatação dos protocolos desta possível retomada.

 

Outra ação que também está sendo estudada dentro da construção do plano de retomada das aulas presenciais no Município é uma consulta pública direcionada aos pais dos estudantes. Em breve, a Seduc deverá publicar esta pesquisa com o objetivo de entender os anseios e preocupações das famílias.

Praia Grande deu continuidade com atividades remotas por meio de plataformas digitais. A Rede Municipal de Ensino conta com 55.849 alunos matriculados. Deste total, 73% tem participado das atividades remotas com interação com os professores e técnicos da pasta.

Outro destaque das medidas adotadas pela Seduc para dar andamento ao ano letivo de 2020 está voltada aos alunos que não possuem acesso digital a plataforma criada. Para este grupo foi disponibilizado material impresso.

 

A Seduc também se preocupou com os desdobramentos da pandemia dentro das famílias. A pasta tem mantido canal aberto de comunicação com os familiares dos alunos, enfatizando a importância de um acolhimento profissional nesta fase para minimizar possíveis impactos na educação e desenvolvimento pedagógico desses jovens.
 


Leia também