Rádio Jornal da Orla/Digital Jazz

Ouça agora

Cotidiano/Tecnologia | 16/09/2020

'Early adopters' ajudam a quebrar barreiras tecnológicas para outros mercados do ramo

Até nos mais tradicionais dos ramos, a tecnologia pode ser vista incorporando-se no dia a dia daqueles que compõem a indústria. Serviços domésticos que antes eram feitos pelo “faz-tudo” do bairro, hoje são contratados por meio de aplicativos de anúncio ou até em plataformas dedicadas a estes serviços. Ao mesmo tempo, as comunicações não são mais feitas apenas pela conversa frente a frente, mas pelo WhatsApp compartilhando fotos e vídeos dos problemas a serem resolvidos, ou dos produtos a serem comprados.


Muitas vezes não percebemos que esses novos modos de comunicação já são sinal mais do que claro que as soluções online, antes isoladas ao universo de tecnologia da informação, tornam-se vitais para o bom funcionamento dos negócios em geral. Isso sem contar com as empresas cuja evolução tecnológica de seus bens e serviços oferecidos servem como diferencial para o resto do mercado, incentivando assim a busca por desenvolvimentos que no longo prazo acabam se “espalhando” para outras indústrias, em um verdadeiro efeito cascata.


E no mundo do entretenimento, os cassinos são em muitos casos os primeiros investidores, e também “early adopters” de tecnologias que tem potencial de varrer o resto da indústria no futuro breve. Assim, esse ramo acaba servindo como um desbravador de terras desconhecidas para seus pares que contam com perfil mais conservador na condução de seus negócios, mostrando para os mesmos que tais investimentos valem (ou não) a pena.



Dentro deste âmbito, encontram-se os cassinos disponíveis virtualmente. As primeiras casas do ramo surgiram na década de 1990, poucos anos após a chegada da internet entre o grande público, em tempos onde nem se sabia se a rede mundial de computadores se tornaria popular o bastante para justificar investimentos em negócios feitos de maneira virtual.


Hoje, algumas das empresas que deram os primeiros passos no ramo encontram-se ainda em ativa, ocupando a lista da CasinoTopsOnline que mostra os principais provedores de software da indústria de cassinos online. Os primeiros passos dados por empresas como a Microgaming, deram espaço para o surgimento de empresas mais novas como Gaming Innovation Group e NextGen Gaming.


Algumas destas empresas continuam a quebrar barreiras tecnológicas para o resto do mundo do entretenimento por meio de investimentos arrojados. No caso de empresas como a NextGen, elas têm investido na implementação de realidade virtual em jogos caça-níqueis, com o fim último de oferecer ao usuário a experiência mais próxima possível de usar tais máquinas no mundo físico.

 

Fonte: Unsplash

 

À primeira vista, pode-se passar a impressão de que o acompanhamento dos desenvolvimentos tecnológicos no mundo de cassinos é algo exclusivo para os envolvidos na área, sejam estes clientes ou empresários do ramo. Mas uma vez que tais empreendimentos podem ajudar na tomada de decisão de investimento por parte de empresários em outras indústrias, logo vê-se que este não é o caso.


Para além do mundo de entretenimento, a adoção da tecnologia de informação pelos cassinos concerne também a própria indústria de TI. A partir das soluções que o mundo de TI desenvolve para cassinos, é possível utilizar as ferramentas criadas para tal processo para que sejam implementadas em outros ramos.

 

Desde a criação dos meios de pagamento online e sua popularização, cassinos online tem tido esse papel de abrir portas e expandir fronteiras para outras indústrias de entretenimento. Ele pode ter o mesmo papel agora com outras tecnologias que a indústria quer implementar e popularizar, como a já mencionada realidade virtual, as transmissões ao vivo e até a inteligência artificial.
 


Leia também