Rádio Jornal da Orla/Digital Jazz

Ouça agora

Cotidiano/Tecnologia | 25/09/2020

Como a tecnologia pode ajudar os artistas no período da pandemia

conteúdo patrocinado
Foto: Pixabay

“Não está fácil para ninguém!” Essa é a frase mais dita em 2020 onde vários profissionais sentem os efeitos da crise em suas respectivas áreas. A solução para qualquer negócio está em ter presença digital. Para isso é fundamental ter um site e comprar domínio.

 

Compre seu domínio na https://www.hostinger.com.br/registro-de-dominio

Sendo assim, freelancers, comerciantes, médicos, arquitetos, enfim, profissionais de qualquer área, terão condições de atravessar esse período de turbulência com o auxílio das ferramentas digitais.

 

A situação não é diferente no caso dos artistas. Quem atua no ramo da cultura e do entretenimento também lamenta os transtornos ocasionados pela pandemia, sente as salas de teatros vazias, os cinemas desertos e os concertos adiados ou cancelados.

 

Mas é aí que a tecnologia, como sempre, surge para dar uma mãozinha. Por isso, confira os tópicos a seguir onde trazemos alguns insights e dicas importantes sobre como amenizar essa crise. 

 

O artista deve ir onde o povo está

Sim, a frase acima é um clichê, mas nem por isso deixa de ser verdadeira. Desde muito antes do advento da eletricidade sabemos que poetas, músicos e artistas malabaristas montavam os palcos nas ruas, onde a multidão estava.

 

Hoje em dia, no século XXI, na era digital e em plena pandemia, o palco é virtual. É por meio da internet que o artista do presente - e também do futuro - tem condições de se aproximar do público e o público se aproximar dele.

 

Da mesma forma, é nesse contexto que a presença online, tão importante para os profissionais das mais variadas áreas, se torna bastante relevante também para quem atua no segmento da cultura e da produção artística.

 

Uma banda sem um canal no Youtube, um desenhista sem um perfil no Instagram, esses são apenas alguns exemplos de artistas que ficam limitados na hora de interagir com o público.

 

Portanto, criar um site, ou um blog e comprar domínio é o básico para qualquer artista se manter relevante nos dias de hoje. 



A solução para músicos continuarem a serem ouvidos

Desde meados dos anos 90 que a internet vem mudando os rumos da indústria musical. Primeiro foi o MP3 e os downloads que ameaçaram o reinado dos discos de vinil e dos CDs. Já no atual contexto, a força está do lado da tecnologia de streaming.

 

Portanto, é importante que artistas da música marquem presença nas plataformas digitais de streaming. É desse modo que eles irão obter o espaço necessário para a divulgação das obras.

 

Sendo assim, plataformas como a Spotify e o Youtube se tornam elos fundamentais para conectar músico e audiência. Inclusive, em tempos de distanciamento social, é importante pensar em meios para a realização de apresentações.

 

É nesse cenário que as ferramentas de streaming possibilitam as lives, que são essenciais para os músicos permanecerem em atividade e em contato com o público. 

 

Além disso, é importante também levar em consideração estratégias de Marketing digital em redes sociais, como, por exemplo, o Twitter, o Facebook e o Instagram. Tudo isso viabiliza a presença online.

 

Escritores podem - e devem - continuar as suas histórias

Quem atua na área da literatura também pode driblar as dificuldades ocasionadas pela pandemia utilizando as ferramentas digitais para, depois que tudo isso passar, garantir um final feliz para essa história toda.

 

Aliás, não é de hoje que a internet vem atuando como uma importante aliada quando o assunto é literatura. Os blogs, desde os seus primórdios, foram o suporte para muitos escritores terem uma vitrine para os seus trabalhos.

 

Hoje em dia a situação não é tão diferente, inclusive a capacidade de publicação online por meio dos e-books, aliada com as redes sociais, aparecem para fortalecer ainda mais a visibilidade e a interatividade do autor com os seus leitores. 

 

Nesses tempos de pandemia, por exemplo, que se torna inviável a realização de eventos presenciais como feiras do livro e congressos literários, a realização das lives se torna a alternativa mais adequada para os autores fortalecerem a literatura.

 

Além do mais, os dias de quarentena e distanciamento social são uma excelente oportunidade para estimular o hábito da leitura entre o público.
 


Teatro e cinema - A arte não sai de cena

Festivais de cinema e teatro também podem superar as dificuldades impostas pela crise por meio da tecnologia. Um exemplo disso é o festival Fantaspoa, realizado na cidade de Porto Alegre, no Rio Grande do Sul.

 

Esse festival, dedicado inteiramente a vertentes de filme de fantasia e ficção científica, é realizado desde 2005. Em 2020, diante da pandemia, a edição foi transmitida por meio online.

 

Iniciativa semelhante foi a utilizada pelo Theatro Treze de Maio, na cidade de Santa Maria. Todas as apresentações de concertos musicais e peças teatrais estão ocorrendo no formato virtual, inclusive as vendas dos ingressos.

 

Tais práticas não apenas viabilizam a cultura, como auxiliam os artistas e promovem entretenimento em um período tão conturbado. 

 

Ferramentas para criar eventos online

Todas essas iniciativas voltadas para os mais diversos segmentos artísticos são viabilizadas por meio das ferramentas digitais adequadas. Graças a elas é possível criar eventos online como shows, encontros e palestras. Confira abaixo algumas dessas ferramentas. 

 

Facebook Live

Uma das redes sociais mais conhecidas e utilizadas também permite a transmissão de eventos virtuais. 

 

Uma das grandes vantagens é justamente o fato dela ser intuitiva e bastante conhecida, resultando em bastante engajamento para o evento. 

 

Nesse caso, os músicos que possuem uma página própria no Facebook podem utilizar esse recurso de transmissão para a realização de uma apresentação acústica, por exemplo. Além do mais, o Instagram, outra importante rede social, também apresenta o recurso das lives.

 

SoundCloud

Essa ferramenta não ajuda apenas músicos a divulgarem as suas obras, mas também pode ajudar escritores a atingirem um público maior por meio da publicação de audiobooks.

 

Além de ser intuitiva, o SoundCloud também funciona como uma rede social, onde o artista pode estabelecer um vínculo interativo com o seu público.



Youtube

Não dá para desprezar o Youtube, que diariamente recebe vários acessos e já se consolidou como uma das mais eficientes plataformas de conteúdo online. É nesse contexto que ela pode ajudar músicos, cineastas, atores e artistas das mais variadas áreas.

 

Se você é artista e (provavelmente) tem um canal no Youtube, é importante pensar o quanto antes em uma estratégia para realizar e divulgar o seu evento.

 

A arte é um aspecto importante na nossa vida cotidiana

Não apenas pelo fato de gerar emprego, mas especialmente por garantir uma forma de entretenimento em um período que está sendo difícil, afinal, não está sendo fácil para ninguém, especialmente para os artistas.

 

Imagine a quantidade de eventos artísticos cancelados e adiados, que prejudicam empresas e artistas.

 

Diante disso, se antes ter um site, comprar domínio e ter presença nas redes sociais já era importante, agora é hora de ampliar essas estratégias e garantir a interação entre o público e o artista.  

 

Por causa disso, quem faz parte do ramo do entretenimento, seja nos palcos ou nos bastidores, vale ficar atento para as ferramentas digitais que asseguram a continuidade do show.

 

 


Este conteúdo é de responsabilidade do anunciante e não reflete a linha editorial e ideológica do Jornal da Orla.


Leia também