Rádio Jornal da Orla/Digital Jazz

Ouça agora

Colunistas/Saúde e Beleza | 17/10/2020

Toxina Botulínica

Júlia Mendes é médica dermatologista e pediatra. CRM: 101090-SP / RQE: 32157/ RQE: 27484

Foto: Freepik/ wavebreakmedia_micro

Saiba tudo sobre o procedimento.

A Toxina Botulínica do tipo A é derivada de uma bactéria chamada Clostridium Botulinum, que provoca o relaxamento muscular, sendo um dos pilares do tratamento das linhas de expressão e um dos procedimentos mais realizados nos consultórios médicos dermatológicos. 

 

O objetivo é o tratamento das rugas e linhas de expressão da face através do enfraquecimento temporário da musculatura. Os principais locais de aplicações são nas rugas frontais, pés de galinhas, rugas glabelares e bunny lines (rugas no nariz)

 

Existem diversas marcas dessa toxina no mercado, com aplicações diferentes, sendo a pioneira, mais conhecida e utilizada é a marca BOTOX da Allergan.

 

A aplicação é feita com uma agulha muito fina e o incomodo da dor é amenizado com o uso de uma pomada anestésica tópica, gelo e até um vibrador apropriado.

 

O seu médico dermatologista é o profissional responsável pela indicação do tratamento com a Toxina Botulínica A no melhor momento para você, pois não existe uma idade ideal ou específica para iniciar. É através do profissional que você vai alinhar suas expectativas de acordo com a sua realidade, como por exemplo, se deseja um ar mais natural ou mais sensual ou simplesmente só perder a aparência de bravo ou diminuir os famosos pés de galinha, que se formam ao redor dos olhos quando sorrimos.

 

O tempo de duração da Toxina Botulínica A é variável, de acordo com a marca, quantidade de produto utilizada, a sua diluição, a técnica de aplicação e as características de cada paciente. Ha descrição na bula que a toxina pode durar 3 meses, sendo 45 dias congelando o movimento e nos outros 45 dias restantes descongelando. Usualmente é recomendado que se faça a aplicação 2 vezes no ano (a cada 6 meses), mas a maioria dos pacientes por questões financeiras só fazem 1 vez por ano. Para quem não quer mais se ver e/ou mostrar as rugas pode ser feito uma nova aplicação a cada 3 ou 4 meses e mesmo que a paciente tenha condições financeiras não se deve aplicar antes de 3 meses para não correr o risco de formação de anticorpo, onde a toxina passa a não fazer mais efeito.

 

Outra preocupação comum é que se depois que passar o efeito da Toxina Botulínica A, se as rugas irão voltar ainda piores e a resposta é não. O padrão muscular de contração se mantém e a movimentação da musculatura vai voltando aos poucos. Todo músculo quanto mais ativo, mais espesso ele fica e o fato de você paralisa-lo por um período faz com que essa musculatura facial fica mais suave. O cérebro acaba por entender que você não precisa usar essa musculatura toda hora para falar, ler, prestar atenção ou se exercitar. É feito também um trabalho de miomodulação regulando o equilíbrio da mímica facial.

 

Mas, devemos ficar atentos ao fato de que existem outros fatores que interferem no aparecimento das rugas, além da contração muscular, como por exemplo: envelhecimento natural, exposição solar, tabagismo, perda de volume facial e outros.

 

Converse com o seu médico dermatologista associado a SBD sobre sua experiência de vida, a sua história, sua originalidade e sua personalidade para ele te ajudar a não simplesmente apagar as linhas da sua história, mas para ajudar você a encontrar aquilo que você tem de mais valioso: a melhor versão de si. Descubra a sua beleza original.

Foto: Freepik


 

Este artigo é de responsabilidade do autor e não reflete a linha editorial e ideológica do Jornal da Orla. O jornal não se responsabiliza pelas colunas publicadas neste espaço.

 


Leia também

Colunistas | 10/10/2020
Colunistas | 03/10/2020
Colunistas | 24/09/2020