Rádio Jornal da Orla/Digital Jazz

Ouça agora

Colunistas/Clara Monforte | 07/11/2020

Final de semana no campo

Clara Monforte é advogada e colunista social, autora dos livros "Claríssima" e "Almanaque social"

Mais de 60 santistas se reuniram para festejar.

Foi na Fazenda Sant’Anna, em Amparo, que mais de 60 santistas se reuniram para festejar o aniversário de amigos, com animação todo o tempo, companheirismo, muita música boa, calor humano e só alegria.


O samba e pagode de Ed Show marcou a noite de sexta-feira. O som sertanejo com a dupla Jean e Geovan aconteceu no sábado e para fechar com chave de ouro, no domingo, foi a vez do espetacular show man Jill Reis e banda, que arrasou até a madrugada. As máscaras foram retiradas nas refeições e para as fotos.

 

Confira galeria de fotos

 

NÁDIA TEIXEIRA e a filha STEPHANI TEIXEIRA ALTSTUT, uma das aniversariantes, que dançou tudo o que tinha direito

 

MARCIO BARBUY comemorou idade nova, organizou a viagem e as festas com todas as prevenções, sem esquecer nenhum detalhe. Estava impecável 

 

No dia do Halloween, JACIRA PADEIRO, feliz, apagou as velinhas 

 

REINALDO ALVES e sua ANA PAULA, que completou mais um ano, entre os amigos

 

JOSÉ CARLOS e LUCIANA BLANCO que ministrou, dia 31, o Samhain Wicca, super interessante

 

EDMON ATIK e FERNANDA ALARCON, ela fez aniversário dia 4, mas lá recebeu os parabéns 

 

CHRISTIANE LOPES ANTONIETTE, ARLINDO e ROSA PAIVA sempre um agradável bate-papo

 

Lá estavam, entre muitos, SILVIO e ALESSANDRA BITTAR 

 

Um casal pra lá de animado, ANDRÉ e SELMA CANOILAS

 

Com toda a simpatia, MARCELO e JULIANA CRUZ abriram o sorriso para a página

 

Família CONDE curtindo os felizes dias: LUPÉRCIO e KARINA com ROGÉRIO e FABIANA 



ESCOLHER O MELHOR
Para alguns, é difícil elogiar, aplaudir, reconhecer boas ações e agradecer. Pior ainda são aqueles que vêem algum defeito em tudo e a cada comentário demonstram uma pontinha de maledicência, de segunda intenção, ainda que de maneira disfarçada. São pessoas que precisam fazer as pazes com elas mesmas, para verem o bem e o belo nas coisas. Saberem que ninguém é motivo para a felicidade do outro e cada um sim é responsável pela sua; olharem para trás e enxergarem que existem pessoas com problemas muito maiores; não compararem a sua vida com a de outras pessoas, porque não têm a menor ideia de como foi trilhada; acreditarem que tudo passa, é só darem tempo ao tempo; verem a importância de um bom momento e guardá-lo para a vida inteira; não esquecerem que cada dia é uma oportunidade para celebrar e usufruir de tudo o que a vida nos presenteia; sorrirem, o sorriso não custa nada e produz ótimos efeitos, enriquece quem o recebe, consola a tristeza e renova o ânimo.

 

 

 

 


Este artigo é de responsabilidade do autor e não reflete a linha editorial e ideológica do Jornal da Orla. O jornal não se responsabiliza pelas colunas publicadas neste espaço.


Galerias de imagens

13.04.2018

Final de semana no campo

Leia também