Rádio Jornal da Orla/Digital Jazz

Ouça agora

Notícias/Local | 26/11/2020

Mutirão no Gonzaga elimina 75 focos com larvas

Divulgação/PMS

Agentes visitaram 1.847 imóveis.

Com o objetivo de extinguir situações que contribuam para a proliferação do mosquito Aedes aegypti, 52 agentes de endemias eliminaram 75 focos com larvas de mosquito no 25° mutirão realizado este ano pela Secretaria de Saúde, na quarta-feira (25). Foram visitados 1.847 imóveis. O Gonzaga registra 24 casos de dengue em 2020, o maior volume de todos os bairros.

 

"A maior parte dos focos estava em ralos. Em um condomínio, foram encontradas larvas em 100% dos ralos observados. É necessário que a população mantenha constante vigilância", destaca Ana Paula Favoreto, chefe da Seção de Controle de Vetores em substituição.

 

Os moradores e profissionais de limpeza dos imóveis foram orientados, na presença dos agentes, a colocar cloro nos ralos. Os representantes da Prefeitura só se retiraram após verificarem que as larvas não estavam mais vivas.


A equipe de Informação, Educação e Comunicação (IEC) da Secretaria de Saúde abordou os pedestres, com orientações e esclarecimentos sobre as formas de prevenção e as principais características das doenças transmitidas pelo mosquito.

 

O próximo mutirão será na quarta-feira (2), em parte do bairro do Boqueirão, cuja vistoria será dividida devido ao grande número de imóveis.

 

Casos do ano

Em 2020, Santos registra 306 casos de dengue, 71 de chikungunya e nenhum de zika. A última anotação de febre amarela urbana no Brasil ocorreu na década 1940.
 


Leia também