Rádio Jornal da Orla/Digital Jazz

Ouça agora

Colunistas/Livros e mais livros | 23/12/2020

Um Conto de Natal

Rafael Medeiros, Procurador do Município de São Paulo e um devorador de livros.

O famoso conto natalino de Dickens.

Talvez você nunca tenha lido este opúsculo natalino, quiçá nunca deitou olhos num livro de Dickens ou ouviu falar do escritor de Oliver Twist e David Copperfield. Ainda assim, possivelmente este conto já chegou a você de alguma forma: um desenho, uma animação, um filme ou coisa que o valha. Um Conto de Natal (no original “A Christmas Carol”) é uma estória que já foi incorporada ao inconsciente popular ocidental e é constantemente revisitada pelas artes em geral desde o seu lançamento, datado de 1843. 


Os personagens que povoam o livro se tornaram ícones da cultura pop. É a estória do Sr. Scrooge, um sovina rabugento que não se afeiçoa a ninguém e tampouco se sensibiliza com o próximo. Fica ainda mais amargo na época de Natal, quando todos se mostram mais afetuosos e amorosos. E então, na véspera de Natal, o Sr. Scrooge é assombrado pelo fantasma de seu falecido sócio e receberá a visita de três espíritos: o Natal Passado, o Natal Presente e o Natal Futuro. E a vida do velho ranzinza mudará para sempre.


O livro é, possivelmente, uma das mais inspiradas estórias contadas e recriadas de todo o sempre. Um extraordinário sucesso que moldou aquilo que entendemos como o moderno espírito natalino. “Que assombre as suas casas de forma agradável, e que ninguém deseje apaziguá-lo”, comentou um espirituoso Dickens sobre o seu próprio livro. 


Um feliz Natal a todos! 


Motivos para ler:
1– Charles Dickens foi um escritor inglês (1821-1870) de invulgar sucesso. Escreveu muito e bem, produzindo alguns clássicos. Seu prestígio só aumenta: é daqueles que sempre são referenciados, comentados e revisitados. Vale experimentar este pequeno livro para depois alcançar as obras de maior fôlego do autor;


2– O conto rendeu inúmeras adaptações. Recomendamos o simpático curta Um Conto de Natal (Mickey´s Christmas Carol) com toda a turma da Disney e com Tio Patinhas (só poderia!) encarnando o Sr. Scrooge; o divertido Um Conto de Natal dos Muppets com ninguém menos do que Michael Kane; o divertidíssimo filme Os Fantasmas Contra-Atacam com Bill Murray e a animação Os Fantasmas de Scrooge com Jim Carrey no papel principal e sob a direção do grande Robert Zemeckis (De Volta para o Futuro, Náufrago, Forrest Gump, Contato);


3– Uma curiosidade: este pequeno conto foi escrito em menos de um mês para saldar dívidas. O livro foi o próprio milagre de Natal para o seu autor. Quem diria que Um Conto de Natal se tornaria um sucesso estrondoso, atravessaria gerações e reverberaria até hoje...
 

 

 


Este artigo é de responsabilidade do autor e não reflete a linha editorial e ideológica do Jornal da Orla. O jornal não se responsabiliza pelas colunas publicadas neste espaço. 


Leia também

Colunistas | 13/01/2021
Colunistas | 06/01/2021
Colunistas | 30/12/2020