Rádio Jornal da Orla/Digital Jazz

Ouça agora

Colunistas/Clara Monforte | 26/12/2020

Venha, 2021. Bem-vindo!

Clara Monforte é advogada e colunista social, autora dos livros "Claríssima" e "Almanaque social"

Enfrentemos os novos desafios com humanidade, esperança e muito amor!

Não há como negar que 2020 foi um ano atípico e tampouco que os nossos sonhos e pedidos, feitos em 2019, foram em vão. O mundo foi envolvido por uma só sensação e apesar de em vários idiomas, todos os povos traduziram os mesmos sentimentos: medo, agonia, preocupação e desespero.


Diante esse lamentável quadro, nós que tivemos o privilégio de ficarmos aqui, só temos a agradecer, na certeza de que poderíamos não ter ficado!


E agora? O que fazermos? Termos fé, sem a expectativa de que com uma varinha de condão tudo passará...quanto maior a expectativa, maior pode ser a decepção.


É hora de reflexão, de nos questionarmos se aprendemos com os erros e nos superamos com as dificuldades. Estamos mais fortes e mais solidários? Oxalá que “sim”. Nossa sensibilidade crescerá e fará com que em 2021 enfrentemos os novos desafios com humanidade, esperança e muito amor.


Recebermos o Novo Ano com alegria, fazermos as pazes com o passado e olharmos para o futuro com gratidão e fé são chaves para entrarmos em 2021.


Tivemos merecimento de estarmos aqui juntos, então vamos nos inspirar para vivermos melhor!

 


O astrólogo George Jorge responde à página sobre 2021:

 


1.    Qual o planeta e a cor que regem 2021?
Para a Astrologia, o ano só inicia quando o Sol entra no signo de Áries. Em 2021, será no dia 20 de março, às 06h37. É levantado o mapa deste dia e avaliado junto com outras técnicas. O interessante é que somente aqui no Brasil se referem a um astro para governar todo o ano. Por esse motivo, alguns astrólogos não se deram bem quando previram um ano próspero. A configuração marcante em 2021 será o ângulo entre Saturno e Urano. Uma nova ordem será estabelecida e duas forças contrárias estarão em choque: conservador e o progressista gerando extremos, portanto será importante a ponderação. Quanto a cor, o ideal seria o branco com detalhes em laranja, a cor da felicidade, pois estimula a serotonina. Se possível sempre usar ao longo do ano.
 


2. Falando em saúde e liberdade para vivermos, o mundo volta a ser o que era?
A mudança não será imediata nos primeiros meses de 2021, mas astrologicamente o céu realmente muda de configuração planetária e será aos poucos que perceberemos as futuras mudanças.


 
3. Na sua opinião, as pessoas tornaram-se mais solidárias, diante tanta tristeza e mortes, em 2020?
O que percebi foi que se revelou muita coisa neste ano, principalmente no que se refere às atitudes das pessoas. Mas na verdade estava tudo ali, só precisávamos de um gatilho para conhecer como agem em períodos de tensão. As solidárias se mostraram e os centrados em si mesmos também.


 
4. De acordo com os astros que regem 2021, a economia no país melhora?
Ainda não teremos um ano próspero, mas estaremos caminhando para uma nova forma de viver e entender as coisas. Após a Grande Mutação ocorrida em Aquário (alinhamento de Júpiter e Saturno), os objetivos e as propostas mundiais começarão a tomar um novo rumo. No setor imobiliário e na agricultura poderemos ver crescimento.


 

Confira a galeria de fotos do lançamento do livro "Em tempo de Psicologia", de Eustázio Pereira Filho.


Galerias de imagens

13.04.2018

Lançamento do livro "Em tempo de Psicologia"

Leia também