Rádio Jornal da Orla/Digital Jazz

Ouça agora

Colunistas/Digital Jazz | 10/03/2021

Hamleto Stamato - Autoral

Cássio Laranja é produtor musical e coordenador da rádio online Digital Jazz/Jornal da Orla

O pianista e compositor Hamleto Stamato é um dos artistas mais talentosos e surpreendentes que conheço. Sua técnica no piano é muito marcante e especial.


Acaba de lançar seu mais novo trabalho intitulado “Autoral”, nono disco da carreira, totalmente dedicado as suas inspiradas composições.


Ele produziu o disco, fez os arranjos, cantou também e teve a alegria e o privilégio de contar com as participações especiais de grandes amigos músicos.


O disco apresenta uma sonoridade surpreendente com a formação de trio, sopros e orquestra de cordas, com destaque para as participações de Augusto Mattoso no contrabaixo, Erivelton Silva na bateria, Jessé Sadoc no trompete e flugelhorn, Marcelo Martins no saxofone tenor e Vittor Santos no trombone. Uma verdadeira seleção.


Hamleto começou a tocar piano aos 6 anos de idade e teve a rara oportunidade de assistir desde pequeno os ensaios do genial Hermeto Pascoal, experiência que muito lhe marcou.


Conheci e me surpreendi demais com a sonoridade do seu piano quando ele lançou em 2003 o primeiro de cinco CD’s da série “Speed Samba Jazz”, que resgatava a sonoridade dos trios do “Samba Jazz” dos anos 60 e que fez muito sucesso com a Bossa Nova.


Sua discografia de carreira também teve outros lançamentos muito especiais: o “Tributo a Mileto” de 2016, uma sensível homenagem ao seu pai que também era músico e “Ponte Aérea” de 2018, além do DVD/CD “Hamleto Stamato Sexteto – Gafieira Jazz” em 2009.


Curiosamente o disco “Autoral” teve suas gravações iniciadas em fevereiro de 2020, com as bases de piano, contrabaixo e bateria no Rio de Janeiro. A partir daí, com o agravamento da pandemia, o disco foi terminado com gravações remotas para os metais e cordas. O disco foi finalizado na Espanha.


Das 9 faixas o disco traz 2 músicas inéditas e regravações muito especiais das suas composições, que já haviam sido gravadas anteriormente, trazendo frescor e novidade aos temas.


Vale destacar também a participação muito especial de São Petersburgo Studio Orchestra da Rússia, regida pelo Maestro brasileiro Kleber Augusto.

 


Nos últimos anos Hamleto Stamato tem dividido sua residência entre o Rio de Janeiro e a Holanda, tocando nos principais festivais de jazz pela Europa e Ásia, levando com muita qualidade a sonoridade da música brasileira, tão bem aceita e admirada no exterior.


Alguns anos atrás tive com ele uma das experiências mais marcantes da minha carreira de produtor e responsável pelo Rio Santos Bossa Fest. Ele simplesmente fez uma pausa na sua temporada de shows no exterior e fez literalmente uma ponte aérea Japão – Europa – Santos (Teatro do SESC) e retornou no dia seguinte da sua apresentação para a continuidade da sua agenda de shows no exterior. Sua apresentação, ao lado do seu trio, foi absolutamente inesquecível e marcante. Uma grande prova de amor a música e ao seu público, não medindo esforços pelo cansaço e 3 fusos horários diferentes.


Experiências e emoções que somente a música pode proporcionar!

 

 


Leia também