Rádio Jornal da Orla/Digital Jazz

Ouça agora

Colunistas/Saúde e Beleza | 29/05/2021

Dieta complementar no bebê

Júlia Mendes é médica dermatologista e pediatra. CRM: 101090-SP / RQE: 32157/ RQE: 27484

 

As necessidades nutricionais do bebê no primeiro semestre de vida são supridas por um único alimento – O Leite Materno. Mas dali em diante os especialistas recomendam a introdução de novos alimentos 

Para falar melhor sobre esse assunto eu convido para uma entrevista o honrado professor de pediatria: Drº Jayme Murahovschi.

Vamos apresentar os conhecimentos necessários em ordem lógica:

 

Por que mesmo que o bebê esteja no leite materno aos 6 meses se torna necessário a introdução de novos alimentos?

- Porque, a partir dessa idade, o leite sozinho não supre mais todas as necessidades nutricionais para o crescimento e o desenvolvimento do bebê, que necessita de novos estímulos, novos sabores, outras cores, diferentes fibras e consistência.

- Necessitando de um aporte nutricional maior.

 

Qual a solução?

- Introdução de alimentos novos e novos modos de ministrá-los 

- Permitir mastigação – transporte do bolo alimentar pela língua-deglutição.

 

Que nome se da a esses novos alimentos?

- Dieta complementar

- Esses alimentos complementam o leite o qual continua sendo o alimento principal até os 2 anos de idade.

- Popularmente conhecida como PAPA. 

 

Quando começa?

- Aos 6 meses de idade

- Associa novas necessidades com capacidade de aproveitá-las.

 

Qual a consistência? 

- São alimentos cozidos e passados pela peneira 

- Não bater no liquidificador. 

 

Como são apresentados?

- No prato e servidos com colher. 

 

Do que é constituída?

- Carne (ou frango/peixe) 30g e/ou ovo

- Ovo e peixe introduzir aos 9 meses

- 3 colheres de sopa de arroz (preferível integral) ou aveia

- 1 colher de sopa de feijão (ou ervilha ou lentilha)

- 1 legume amarelo/vermelho: cenoura, mandioca, beterraba

- 1 folha verde escura: alface, brócolis, agrião

- Acrescentar 1 colher de sobremesa de azeite ou óleo de soja 

- Não adicionar sal 

 

Na situação atual de mães que trabalham fora não é mais prático o uso de papas industrializados?

- Dispomos de produto de boa qualidade, mas nenhum é completo.

- A opção é num dia de folga, a mãe preparar pelo menos 2 papas diferentes em boa quantidade e conservá-las em:

geladeira por 24horas, 

congelador por 15 dias ou 

freezer por 3 meses. 

 

O que significa BLW? Progresso ou modismo?

- BLW = baby Led Weaning = Desmame guiado pelo bebê

- É a refeição apresentada numa tábua, em pedacinhos tiras e bastões.

- Fica a escolha do bebê que pega com seus dedinhos

- É bom para o desenvolvimento do bebê, mas se torna insuficiente em energia e em alguns nutrientes.

- O bebê quer mais brincar do que comer e corre o risco de engasgar-se.

 

O que define a dieta complementar nos dias de hoje? 

- Refeição completa em todos os nutrientes equilibrado 

Quais sãos os marcos da evolução da dieta infantil?

- Aos 6 meses: PAPA
espessa/ pirão/ sem pedaços
sem sal/ sem açúcar
servi á mesa 

- Aos 7 meses – 2 papas (almoço e jantar)
variar os alimentos

- Aos 8 meses – desfiado/ pedacinhos

- Aos 9 – 11 meses – pedacinhos maiores comer com os dedos 

- Aos 12 meses – “comida” de família.

 

Dr. Jayme Murahovschi

Professor Livre-docente em Pediatria Clínica
1 º Professor de Pediatria da Faculdade de Ciências Médicas de Santos
(1971-2006)
Autor do livro Pediatria: diagnóstico + tratamento. 7a. edição
Pediatra geral convicto e a atuante


Este artigo é de responsabilidade do autor e não reflete a linha editorial e ideológica do Jornal da Orla. O jornal não se responsabiliza pelas colunas publicadas neste espaço.

 

 


Leia também

Colunistas | 24/07/2021
Colunistas | 17/07/2021