Rádio Jornal da Orla/Digital Jazz

Ouça agora

Cultura/Cinema | 29/05/2021

Curta-metragem aborda ancestralidade e vivências de mulheres negras

Divulgação

Baseado em monólogo teatral, filme tem atriz santista como protagonista.

Neste domingo (30), às 19h, estreia o curta-metragem “Preciso parir uma lágrima”, da atriz e dramaturga Priscila Ribeiro. Com direção e roteiro de Cibele Appes, a produção é uma adaptação do monólogo “Lágrima de Laura”, que foi apresentado pela primeira vez no Sesc Santos, em 2019. O link para a sessão será disponibilizado no Instagram.


Em cena, Priscila condiciona sua voz e seu corpo para interpretar a personagem central: sua avó, Laura. O texto e a atuação marcantes convidam o espectador a acompanhar as memórias de Laura e sua visão de mundo, de acordo com suas vivências. 


“Estudei produções de mulheres negras e algumas trajetórias. Falei com as minhas iguais: através dos olhos da minha avó Laura, minha tia Maria, minha mãe e tantas outras mulheres negras da minha família e amigas, tento falar sobre o que, na minha observação, atravessa a maioria dessas mulheres, que cresceram em diáspora ou que foram atravessadas pela violência da colonização”, explica.
 


Leia também