Rádio Jornal da Orla/Digital Jazz

Ouça agora

Cultura/Cinema | 17/06/2021

Projeto retrata história da Capela Nossa Senhora da Guia

PMPG

Livro e documentário também abordarão sobre Caminho de Anchieta.

Trazer à tona a história de um dos pontos turísticos referenciais da Cidade e colocar Praia Grande de vez na rota dos primeiros povos que viveram por aqui após o descobrimento do Brasil. Com esse objetivo, a Secretaria de Educação lançou o projeto de livro e documentário sobre a Capela Nossa Senhora da Guia e o Caminho de Anchieta. Na terça-feira (15), o historiador Antônio Luís Ramos Sarasá Martin contribuiu para a produção dos dois materiais.

 

Toninho Sarasá, como é conhecido, visitou a Capela Nossa Senhora da Guia. Durante a passagem pelo local, o historiador concedeu entrevista que permitiu contextualizar detalhes sobre o prédio ecumênico. Um dos pontos destacados diz respeito a posição que o edifício foi construído. Voltado à leste de onde nasce o sol, foi assim posicionado para que os raios solares entrassem pelas janelas e iluminasse as proximidades do altar durante a missa.

 

A posição da pia bastimal, que antigamente era posta perto da entrada, com objetivo de limpar as impurezas antes de adentrar à capela, também foi um dos apontamos feitos por Sarasá. Assim como, o tipo de material utilizado na confecção do altar. “São uma somatória de fatores que permitem a gente apontar a época que foi construída. Além disso, mostra também a relação das pessoas com as coisas”.

 

Essa não foi a primeira vez que o historiador esteve na capela. Em 2007, ele contribuiu com trabalho de restauração que foi realizado pela Administração Municipal. “São ações que permitem deixar a história sempre viva e passar para as novas gerações. Um fio sozinho estoura por ser frágil. Mas o entrelaçar de fios formam uma rede tornando assim mais forte. Esse trabalho de elaboração do livro e do documentário funciona justamente assim”, definiu.

 

A visita de Toninho Sarasá a capela foi acompanhada pelo historiador Rafael Silva e Silva e pela professora Flávia Temoteo Ramalhete. Também estiveram presentes a secretária de Educação, a professora Cida Cubilia, o subsecretário de Turismo, da Secretaria de Cultura e Turismo (Sectur), Moisés Gomes, e da diretora do Departamento de Educação Ambiental, Eliane Queiroz.

 

Projeto

A entrevista do historiador foi a terceira de uma série que permitirá resgatar traços e informações sobre a Capela da Nossa Senhora da Guia e do Caminho de Anchieta. As duas primeiras gravações contaram com a participação do atual secretário de Urbanismo (Seurb), Luiz Fernando Felix de Paula, e do neto do antigo proprietário do loteamento, responsável pela construção da capela, Sérgio Soares.

 

O projeto está sendo desenvolvido em parceria entre o Departamento de Educação Ambiental (DEA) e o Centro de Memória da Educação. O objetivo da iniciativa é de produzir um livro e um documentário que retratem a história da Capela Nossa Senhora da Guia e do Caminho de Anchieta, aos moldes do realizado sobre os 20 Anos da Educação Ambiental. Os dois setores contam com apoio ainda da Secretaria de Cultura e Turismo (Sectur) e da Subsecretaria de Comunicação Social.
 


Leia também