Rádio Jornal da Orla/Digital Jazz

Ouça agora

Cultura/Roteiro Cultural | 30/06/2021

Steampunk Santos 2021 terá convidados internacionais

Reprodução

Evento aborda universos paralelos futuristas.

 Os fãs de arte, história, ficção e universo futurista têm diversão garantida. Até domingo (4) será realizada a terceira edição do ‘Steampunk Santos’. Todas as atividades serão transmitidas no YouTube

 

O evento reunirá lives com painéis, oficinas e a transmissão de um jogo de RPG ao vivo. Uma das novidades da programação será a participação de dois convidados internacionais. Diretamente do México, Johannes Serpens e José Gustavo Martinez Quintana vão contar como são os eventos e fãs-clubes steampunk naquele país. 

 

“Acredito que todos estão carentes de grandes eventos presenciais. Mas, uma das vantagens de eventos on-line é exatamente dar chance a pessoas de todas as partes do País e do mundo participarem ao vivo”, comentou o professor Alexandre Barbosa, o Bar, que organiza o Steampunk Santos ao lado da mulher, Daniele Escrivão.

 

O que é steampunk?
O steampunk tem raízes no cyberpunk, outra ramificação da ficção científica, que engloba universos paralelos futuristas. As primeiras obras surgiram em meados de 1980, na forma de pequenos romances. Neles, personagens históricos do século XIX, como Santos Dumont, são mesclados com heróis e aristocratas fictícios, criando textos originais e imaginativos.

 

O gênero também tem seu ponto forte no steam (vapor, em português). Em todas as histórias e contos, cientistas e engenheiros criam seus artefatos de uso militar ou civil, utilizando essa tecnologia.

 

PROGRAMAÇÃO
1º de julho

18h30- Abertura com os escritores Nikelen Witter e Zé Wellington, mediação de Alexandre Barbosa. O assunto é a produção steampunk, as dificuldades, as alegrias e as perspectivas de trabalhar com ficção no Brasil.

20h- Segundo bate-papo do dia com Enéias Tavares, Felipe Reis e Fred Rubim, que estão ligados ao projeto A Todo Vapor, série Steampunk que está nos quadrinhos e na Amazon Prime em forma de produção audiovisual. Também haverá a presença do produtor e cineasta Wanderley Camargo, responsável por diversos curtas e um dos expoentes no audiovisual na Baixada Santista. O tema deste encontro é Produção Audiovisual Multimídia, com mediação de Alexandre Barbosa.

 

2 de julho

18h30- Desta vez, a conversa é sobre Realidades Alternativas na Ficção Científica. Neste bate-papo participam Alexey Dodsworth Magnavita de Carvalho, Oghan N’Thanda e Danny Marks. Todos são escritores de ficção científica e vão abordar não apenas este assunto, como também a inclusão e representatividade neste tipo de narrativa. Mediação fica a cargo de Dani Escrivão.

20h- O assunto é Terror, Ficção e Realidade, com os escritores Marcella Rossetti e Dino Menezes, além de Luiz Henrique, do site Monstros e Aventuras, e o cineasta Rodrigo Aragão. A mediação fica a cargo de Alexandre Barbosa.

 

3 de julho

17h30- Oficina de ‘Goggles’, tipo de óculos muito utilizados no steampunk, com a produtora, cosmaker e responsável pelo Canal Steampunk, Débora Puppet.

18h30- Bate-papo sobre moda e ficção, que abordará aspectos da indumentária de época e ficcional, usada em filmes, séries e animações. Para falar a respeito participam Juliana Lopes, Pauline Kisner do Espírito Santo e Thaís Lyrica. A mediação fica a cargo de Dani Escrivão.

20h- Diretamente do México haverá a participação de Johannes Serpens e José Gustavo Martinez Quintana, falando sobre como são os eventos naquele país e como é o fã-clube do gênero. A mediação e a interpretação ficarão a cargo de Emanuelle Coimbra Padilha.

21h- Mesa de RPG on-line, sobre o jogo “Abaixo do Oceano”, com a presença de seu criador, Alessandro Franzen, além de Carol Bernadino, do Canal Casa Velha; Carlos Eduardo “Ximu” Fernandes; Lukas T. Malk, do projeto R&B para todos e ainda Alexandre Barbosa. Esta experiência faz parte do lançamento do jogo e será um laboratório para as pessoas conhecerem mais sobre “Abaixo do Oceano”.

 

4 de julho

17h30- Oficina de Cartolas, com Naga Riddle, da Aliança Pirata. Através de materiais simples, Naga ensinará a fazer as famosas cartolas, acessórios comuns no cenário steampunk.

18h30- Conversa com artistas das histórias em quadrinhos. Larissa Palmieri, Rapha Pinheiro e Clayton Inlôco darão um parecer sobre como é trabalhar com ficção e quadrinhos, tema da primeira conversa deste dia. Mediação de Alexandre Barbosa.

20h- Para encerrar a noite, ocorrerá um bate-papo com o escritor e produtor multimídia Enéias Tavares, além da organizadora da Steamcon de Paranapiacaba, Adriana Cabral, e da tradutora e aficionada por steampunk, Simone da Taylor. Todos falarão um pouco sobre as expectativas para os próximos eventos e Simone vai dar um panorama sobre como é o steampunk na Inglaterra, país onde mora. Mediação de Dani Escrivão.

 


Leia também