Rádio Jornal da Orla/Digital Jazz

Ouça agora

Cultura/Teatro | 05/08/2021

Espetáculo 'Quem casa, quer casa' marca reabertura do Teatro Procópio Ferreira

Divulgação

Equipamento em Guarujá permaneceu fechado durante fase aguda da pandemia de covid-19.

O Teatro Municipal Procópio Ferreira, em Guarujá, reabre suas portas ao público neste fim de semana (7 e 8), com o espetáculo “Quem casa, Quer casa”, a partir das 20h. Após um longo período fechado, devido a pandemia da covid-19, essa é a primeira apresentação presencial no teatro.  A peça é uma das obras mais aclamadas do dramaturgo Martins Pena e possui adaptação e produção do diretor artístico, Victor Lazzari, da Cia Lazzari. 


 
Retratando o cotidiano de uma família em que sogra, marido, filhos, genro e nora convivem na mesma casa em total desarmonia, a trama aborda os desafios do convívio entre pessoas com personalidades e gostos totalmente diferentes. 


 
Segundo o diretor Victor Lazzari, o intuito é abordar de forma divertida as semelhanças entre algumas famílias “em um momento onde não iríamos imaginar ficar tanto tempo em casa, observamos o quanto algumas questões familiares são semelhantes, e a peça traduz isso”, comenta. 


 
Seguindo todos os protocolos de biossegurança, as apresentações serão realizadas com capacidade máxima de 60% de lotação. Para o Secretário de Cultura, Renato Pietropaolo “esse é o início de um novo ciclo para o setor cultural no Município, que segue se reestruturando e fortalecendo a cada dia”. 


 
Participam do elenco, atores de Guarujá, São Paulo e Roraima. São eles: Beatriz Roma, Gabrielle de Lima, João Aguiar, Mavi Saito, Thiago Adjuto, Igor Andrade e Jéssica Stephens. 


 
Os ingressos custam R$ 10 e estarão à venda a partir desta sexta-feira (6), das 14h às 18h, na bilheteria do teatro (Av. Dom Pedro I, 350 - Jardim Tejereba).

 

Já no sábado (7) e domingo (8), os interessados podem adquirir as entradas a partir das 15h até 15 minutos antes do início do espetáculo. Crianças com idade até 12 anos, bem como idosos acima de 60 anos e estudantes com carteirinha pagam meia - R$5. 
 


Leia também