Rádio Jornal da Orla/Digital Jazz

Ouça agora

Colunistas/Saúde e Beleza | 28/08/2021

Você sabe o conceito do laser?

Júlia Mendes é médica dermatologista e pediatra. CRM: 101090-SP / RQE: 32157/ RQE: 27484

Freepik

O termo laser significa “amplificação da luz pela emissão estimulada de radiação” e esta luz necessita ser monocromática, coerente, colimada e de alta energia.

 

A ação do laser no tecido depende da interação com o tecido.

 

Quando um laser é disparado no tecido, ele é absorvido por cromóforos, sendo eles a hemoglobina, melanina, água, caroteno e tinta exógena de tatuagens.

 

Após o disparo do laser, 3 efeitos podem ocorrer:

 

Fototérmico: o alvo é destruído resultando em formação de calor local. Ex. o laser fracionado tem como alvo a água e são capazes de estimular a produção de colágeno novo por meio do aumento de temperatura. 

 

Fotoquímico: ocorre interação com agentes fotossensibilizantes. Ex. reação observada na terapia fotodinâmica.

 

Fotomecânico: quando ondas acústicas se formam levando a uma rápida expansão do tecido e explosão. 

 

A penetração da luz do laser depende de sua absorção e dispersão, assim sendo, quanto maior o comprimento de onda da luz visível, maior sua penetração no tecido.

 

Para maior especificidade do tratamento com laser, usamos a teoria da “fototermólise seletiva”, que é a destruição do alvo específico sem dano térmico ao redor.

 

Para maior segurança, o laser tem que respeitar o “tempo de relaxamento térmico”, que corresponde o tempo necessário para que o alvo perca 50% do calor recebido imediatamente após a irradiação, aumentando a eficácia e minimizando os efeitos deletérios.

 

Os disparos do laser podem ser de modo:

 

Contínuos;

 

Quase contínuos;

 

Pulsados;

 

Q. Switched laser (pulsos de nanossegundos).

 

Os lasers na dermatologia podem ser usados em:

Lesões vasculares (Ex. hemangiomas rubi e “vasinhos”);

 

Lesões pigmentadas (Ex. melanoses solar, melasma e tatuagens);

 

Epilação;

 

Rejuvenescimento ablativo;

 

Rejuvenescimento não ablativo;

 

Estrias;

 

Celulite;

 

Flacidez corporal;

 

Gordura localizada;

 

Cabelos;

 

Estética íntima e incontinência urinária.

 

Procurem saber mais sobre os lasers aplicados em vocês; seus nomes, se são aprovados pela Anvisa, suas indicações, mecanismo de ação e efeitos colaterais.


Este artigo é de responsabilidade do autor e não reflete a linha editorial e ideológica do Jornal da Orla. O jornal não se responsabiliza pelas colunas publicadas neste espaço.


Leia também

Colunistas | 16/10/2021
Colunistas | 09/10/2021
Colunistas | 02/10/2021