Rádio Jornal da Orla/Digital Jazz

Ouça agora

Turismo/Turismo na Baixada | 02/09/2021

Expectativa da rede hoteleira na Baixada Santista é de 80% de ocupação no feriado

Divulgação/SINHORES

Dados são de pesquisa realizada pelo SINHORES.

A rede hoteleira da Baixada Santista prevê 80% de ocupação para o feriado de 7 de setembro, a primeira folga prolongada após o fim das restrições de horário e capacidade de atendimento anunciadas em agosto pelo Governo do Estado de São Paulo. Os dados são de pesquisa realizada pelo SINHORES - Sindicato de Hotéis, Restaurantes, Bares e Similares da Baixada Santista e Vale do Ribeira.


 
Entre as cidades da região, os índices mais otimistas são de Praia Grande. Até o momento as reservas já bateram a marca dos 90% e até o final de semana a expectativa dos hoteleiros é atingir o pico máximo de 100%. “Sabemos que muitas vezes as pessoas deixam as reservas para última hora, aguardando a confirmação de tempo bom ou outros fatores pessoais, mas podemos dizer que esse feriado já é o início da recuperação prevista para setembro, culminando em uma grande temporada”, destaca Heitor Gonzalez, presidente do SINHORES, entidade patronal que representa a categoria.


 
Ainda de acordo com Heitor Gonzalez, as viagens de curta distância devem ser a principal opção dos turistas este ano e a Baixada Santista será um dos principais destinos. “A tendência é que as pessoas apostem em viagens de carro, com no máximo três horas até o destino, evitando longas distâncias, aeroportos e voos, por exemplo. Nossa expectativa é que a movimentação venha numa crescente até dezembro e janeiro, inclusive alguns estabelecimentos já estão procurando novos colaboradores para a temporada”, comenta.


 
Mesmo com o fim das restrições de horário e capacidade de atendimento, a rede hoteleira adota uma série de protocolos sanitários para manter a segurança de hóspedes e funcionários durante esse período de pandemia: uso obrigatório de máscara e disponibilização de álcool gel 70%; aferição de temperatura diária em hóspedes e colaboradores; desinfecção das malas ao entrar no hotel; proteção de acrílico nos balcões de atendimento da recepção, entrega de chaves higienizadas aos hóspedes.
 


Leia também