Rádio Jornal da Orla/Digital Jazz

Ouça agora

Notícias/Porto | 01/02/2020

Um Porto com muita história

MARCO SANTANA - DA REDAÇÃO

Confira a história dos 128 anos do Porto de Santos

Antes mesmo de haver uma cidade e uma santa casa, já existia um ponto de atracação de embarcações. Desde os primórdios até hoje em dia, o Porto de Santos exerce um papel fundamental na história do país. Da época dos trapiches rudimentares do século 16 aos dias atuais, com sua modernas instalações; dos tempos em que os carregadores levavam pesadas sacas de café para o interior dos navios, passando pela época dos guindastes, à era dos potentes portêineres. Não importa o período histórico: Santos sempre foi fundamental para o comércio exterior brasileiro. Acompanhe nesta linha do tempo os episódios mais marcantes do principal porto do Brasil:

 

O que aconteceu de 1542 a 1867:

 

1542

Fundador da Vila de Santos, Braz Cubas transfere o atracadouro de navios até então situado na Boca da Barra (atual Ponta da Praia) para o canal do estuário (hoje Valongo), local de águas calmas e mais protegidas contra ataques de piratas. Braz Cubas fazia parte da comitiva liderada por Martim Afonso que em 1532 fundou a Vila de São Vicente. 

 

1795
Registrada a primeira exportação de café em grãos por meio do Porto de Santos. Em 1836, o café torna-se o produto brasileiro mais exportado, superando a cana-de-açúcar.

 

1827 

“Aterrado de Cubatão”, de Benedicto Calixto

 

No dia 7 de fevereiro de 1827, foi inaugurado o Aterrado de Cubatão, a ligação seca entre a cidade de Santos e o pé da Serra do Mar, onde se iniciava a Calçada do Lorena, uma (para a época) moderna via entre a Baixada e o Planalto paulista. Antes do Aterrado, o único meio de transportar mercadorias de/até a Ilha de São Vicente era por barco.

 

1847 

“Capitania do Porto em 1847”, de Benedicto Calixto

 

Com a publicação em 11 de setembro do Decreto Imperial nº 531, assinado pelo Imperador, D. Pedro II, foi criada a Capitania do Porto de Santos. Funcionava no prédio do antigo Arsenal de Marinha, em frente à Igreja do Carmo (onde local está a Praça Barão do Rio Branco). Em 1889, com a Proclamação da República, passou a se chamar Capitania dos Portos. 

 

1867


Foto: Acervo Fundação Arquivo e Memória de Santos

 

Começa a operar a estrada de Ferro São Paulo Railway e o transporte de cargas, que levava dias, passa a levar apenas quatro horas. A primeira ferrovia do mundo começou a funcionar em 1825; os cafeicultores paulistas começaram a planejar uma ligando as plantações ao portoem 1839 mas as a estrada de ferro São Paulo Railway só começou a ser feita em 1860. 

 

Foto Reprodução

 

Confira a linha do tempo completa nos links abaixo:

De 1888 a 1957.

De 1964 a 1993.

De 1994 a 2020.


Leia também